Posts

Sempre que chega uma nova oportunidade de negócio para o seu time comercial, os vendedores começam uma jornada que tem como objetivo conquistar esse lead e transformá-lo em cliente.

 

Mas você sabe quais são essas etapas?

Possuir e compreender o ciclo de vendas é essencial para a saúde de qualquer negócio.

Com ele você consegue tornar o processo de vendas mais previsível.

Neste post vou então explicar o que é ciclo de vendas, sus importância e dicas para você montá-lo.

Vamos lá?

O que é ciclo de vendas?

Ciclo de Vendas é composto por uma série de etapas necessárias para realizar uma venda, que começa desde o primeiro contato do cliente com sua empresa até o fechamento da venda.

Em outras palavras, o ciclo de vendas é a duração de todo o processo que vai transformar um lead em cliente. A partir do momento em que um prospect ou lead faz o primeiro contato com o seu vendedor e é agendado uma reunião, o ciclo se inicia.

Vendas Simples x Complexas

Para quem já conhece o conceito de vendas simples e vendas complexas sabe que o ciclo de vendas é um dos fatores para categorizar ambos os tipos de vendas.

Em vendas simples temos ciclos de vendas reduzidos podendo acontecer em um dia, hora ou minutos, como em um ecommerce, por exemplo. E em vendas complexas temos ciclos de vendas maiores variando entre dias, semanas, meses e, em alguns casos, anos, como em uma imobiliária, por exemplo.

As etapas do ciclo de venda

Conforme já abordamos nesse artigo sobre Inbound Sales, não importa se você atua com vendas simples ou complexas, existem algumas etapas comuns para a maioria dos segmentos.

Essas etapas são:

  • Pesquisa: reunir informações relevantes sobre o seu lead em potencial para você abordar.
  • Prospecção: conseguir falar com o lead em potencial.
  • Conexão: fazer contato com o lead em potencial através de email ligação ou envio de brinde por exemplo.
  • Necessidade e Descoberta: fazer uma avaliação e descobrir a necessidade do cliente.
  • Solução Ideal: apresentar uma proposta comercial e os benefícios da sua solução ideal.
  • Fechamento: efetivação da compra.

 

Expliquei de forma mais aprofundada as etapas neste artigo: Inbound Sales: Processo para tornar suas vendas eficientes e escaláveis. Vale a pena a leitura e aplicar o passo a passo hoje mesmo na sua empresa.

No entanto, as etapas que apresentei são um exemplo. Algumas empresas podem precisar adicionar ou eliminar algumas etapas.

Além disso, os efeitos do ciclo de vendas são diferentes se você trabalha com inbound ou outbound. Podemos nos aprofundar sobre isso nos próximos artigos, farei isso se me pedir nos comentários 🙂

Como montar um ciclo de vendas matador?

Após definir as etapas de forma adequada ao seu caso, o primeiro passo para montar um ciclo de vendas eficiente é conhecer bem o seu funil de vendas e ter as etapas bem definidas

Estamos falando de uma construção que tem objetivos e metas estabelecidas de acordo com a estratégia do seu negócio, alinhadas com o processo de compra do cliente. Os hábitos do cliente são vitais aqui.

Você precisa investigar detalhes sobre o seu persona, como:

  • quando o cliente compra;
  • quem o influencia;
  • como ele pesquisa;
  • para quem ele pode pedir indicações;
  • quando costuma estar mais disponível;
  • que lugares frequenta;
  • o que é importante para ele; etc.

Esses são questionamentos que ajudam a determinar não apenas sobre o que fazer, mas como, onde e quando.

Quanto mais informação conseguir levantar, mas fácil vai ser elaborar uma abordagem natural, que ocorra no tempo e de acordo com os desejos do cliente.

Depois, é importante entender onde estão concentrados os seus esforços de marketing. É na educação dos leads? É na geração de leads? É em se tornar referência no mercado?

Esses pontos ajudam o vendedor a estabelecer uma estratégia de venda. Leads menos educados precisam de mais reuniões e mais conteúdo, por exemplo.

Finalmente, é preciso mapear as reuniões de vendas — quantas são feitas, e quando — para entender qual é a duração média do processo.

Depois, é hora de otimizar tudo!

Quais são os benefícios do ciclo de vendas?

Primeiro, você conhece mais o tipo de comprador que está se tornando cliente, quais são suas preferências e qual discurso de vendas é o mais interessante para converter esse lead.

O ciclo de vendas também ajuda a alinhar melhor as áreas de marketing e de vendas, já que ajuda a mostrar pontos a serem melhorados dentro da geração e nutrição de leads.

Toda empresa de sucesso tem um ciclo de vendas definido e bem montado. Se a sua ainda não tem um, não perca tempo! Siga nossas dicas e comece agora mesmo.

 

Continue acompanhando nosso blogfanpage, instagramlinkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas

 

Não existe uma agência perfeita.

Existe a agência mais adequada às suas necessidades naquele momento.

Por isso – depois de ler nosso artigo e saber se vale a pena contratar uma agência – é preciso pesquisar, conhecer as opções disponíveis e identificar qual é a mais adequada.

Existem tantas agências de marketing, com nomenclaturas e atividades diferentes, que fica difícil achar a agência certa para suas necessidades.

E não é necessariamente por uma questão de qualidade boa ou ruim de umas em comparação com outras. Simplesmente acredito que cada agência cabe para um cliente diferente em momentos diferente.

Como responsável pelo marketing, uma agência parceira terá muitos papéis para preencher, que influenciam diretamente o seu negócio.

Portanto, confira a seguir os principais pontos a serem considerados na hora de tomar a decisão sobre qual agência parceira escolher e quais são as suas principais entregas.

Esse é um artigo focado nas ações de marketing e performance, e não de branding e design (temos essas soluções também mas não é o foco nesse artigo)

| Leia também: Consultoria de Marketing: o que é e como pode me ajudar?

Pontos para você levantar:

1. Defina seu processo de escolha

É importante começar a relação com o futuro parceiro de forma transparente.

Deixe claro como será o processo de escolha, informe quantas agências estão participando e passe a ele o máximo de informações que puder sobre sua necessidade.

Caso seja uma concorrência, é importante ter uma metodologia clara de avaliação ou gestão do processo.

Você também pode utilizar o guia de concorrências digitais feito pela ABRADi.

Evite comparar mais de cinco agências sob o risco de não conseguir administrar o processo e perder qualidade na escolha.

Informe também o budget disponível ou a faixa de valor de investimento se você tiver. Assim você pode avaliar de forma mais específica qual agência pode atendê-lo melhor dentro da verba/orçamento disponível.

Sem isso, certamente você vai receber propostas com enorme variação de escopo e valor, dificultando a avaliação e diminuindo as chances de uma boa escolha.

Fique tranquilo, uma agência séria vai sempre buscar oferecer a maior qualidade possível dentro das possibilidades.

2. Saiba quais são os serviços que a agência oferece

Antes de escolher a agência parceira, você precisa saber quais são os serviços que ela oferece e se eles suprirão as suas necessidades.

Por isso, estruture bem as metas da sua empresa para definir quais ações poderão ser exploradas para atingir os objetivos dentro de seu planejamento de marketing.

Assim, ficará mais fácil escolher uma agência que ofereça os serviços que você necessita. Além disso, analise se vale a pena o custo-benefício ou você ainda terá que investir em outras agências para ter um serviço completo.

Muitas agências focam em realizar apenas uma parte do marketing. E não há problema nenhum nisso. Porém se for preciso contratar uma agência que foque nas redes sociais, outra em anúncios e outra em blog-posts, por exemplo, é bem provável que não haja sincronia na estratégia pelo fato das equipes serem separadas.

Nesse caso, é melhor procurar uma agência que atenda todas as demandas da empresa, assim os esforços serão maximizados e trará melhor retorno em lucro e tempo para você.

3. Avalie o custo benefício

O orçamento de marketing é bem restrito na grande maioria das empresas, e por isso deve ser bem investido.

Hoje existem agências que cobram bem mais barato pelo serviço que você deseja, que são as agências menores, e outras que cobram um valor muito além do que você pode pagar, por estarem há mais tempo no mercado.

Porém, não se apegue apenas ao preço.

Em qualquer projeto, ainda mais no marketing, não se conta muito o valor da receita do projeto, o diferencial está na otimização dos custos.

Observe o custo-benefício desse investimento, quais os serviços que você realmente precisa, o quanto a agência poderá ser eficiente nisso, se há algum tipo de plano de contratação ou se eles cobram pelos serviços de forma separada. Assim, você poderá investir o dinheiro que tem disponível na agência certa.

4. Qual o ticket médio para a contratação?

Outra coisa importante a entender é se a agência com quem você conversa tem o tamanho e a estrutura certa para te atender.

Veja bem, isso não significa que precisa ser necessariamente grande, mas do tamanho certo para o seu projeto.

Por exemplo, se você tem um investimento de R$ 2.000/mês, você precisa de uma empresa focada em pequenas e médias empresas, pois uma empresa maior, acostumada a trabalhar com valores bem maiores, poderia subestimar o seu orçamento.

Já se o orçamento da sua empresa é de R$ 20.000/mês, a agência que vai te atender precisa ter uma capacidade de resolução de problemas complexos bem mais avançada, processos mais estruturados e comprovados ao longo do tempo.

Economia só é boa se você estiver em condições de economizar.

Se você tem a possibilidade de crescer com o marketing digital, não hesite em investir, pois as vendas e os clientes não cairão do céu.

5. E o prazo do contrato?

Normalmente o período mínimo praticado é de 12 meses.

Mas independentemente do modelo de contrato o que é importante é a ideia de estabelecer uma parceria a longo prazo.

Em cada processo gasta-se mais energia na iniciação do mesmo do que no mantenimento. Porque tem muito gasto de energia na implementação do projeto, no entendimento das suas necessidades, na criação de elos entre cliente-agência que é feito no início da parceria.

Este uso de energia faz sentido se depois o processo criado se mantém no tempo, ou seja, na parceria a longo prazo.

Aqui na Mkt Ideas, nós praticamos um modelo um pouco diferente. Como investimos em parcerias a longo prazo e temos uma situação financeira saudável, nós aceitamos não cobrar o valor de implementação (nos casos de parcerias a longo prazo). É a nossa forma de investir em parcerias.

Então, por exemplo se o cliente fica 2 anos, valeu a pena investir o valor implementação. Caso saia depois de 2 meses, por exemplo, aí sim, precisa pagar o valor da implementação. Deixando claro que não é uma multa, mas um valor devido por um trabalho feito e não cobrado. Justo, né?

Na definição do contrato entra também o tempo. Em quanto tempo o tal objetivo pode ser atingido. Esta definição será a base da duração do contrato.

Conforme já falamos nesse artigo aqui, os resultados em marketing não são imediatos, e demoram certo tempo para aparecerem. Por isso, é interessante saber qual é o prazo mínimo que a agência determina para apresentar esses resultados.

No entanto a parceria a longo prazo precisa ser sustentável, pois precisa manter uma energia de relacionamento positiva no dia a dia.

Isso não depende apenas da entrega da agência. Depende das promessas acordadas no início do projeto, como preenchimento de briefing, prazo para apresentação, prazo para feedback, data de reuniões, etc.

| Leia também: Consultoria de Marketing: Quando é a hora certa de contratar

Agora que você já sabe o que precisa definir, saiba quais são os principais aspectos que uma agência de marketing deve ter e veja se a que você está negociando possui essas entregas:

Quais as entregas de uma agência de marketing

1. Trabalhar em cooperação com o departamento comercial: O marketing orientado à resultados contempla os dois departamentos e por isso um não anda separado do outro. O marketing serve de apoio às vendas, então a agência deve trabalhar em estreita colaboração com o pessoal de vendas. Desta forma, é mais fácil que as metas de faturamento obtenham sucesso.

2. Entregar leads qualificados: Após um acordo entre marketing e vendas, a agência normalmente tem como objetivo ajudar a empresa a otimizar sua receita. E para isso, sua maior entrega são os leads qualificados para o comercial. O acompanhamento do projeto de marketing é fundamental para filtrar os leads qualificados daqueles que não se enquadram adequadamente. Lembrando que a qualificação só é possível após alguns ciclos de análise.

3. Elaborar propostas de melhorias na estratégia: Uma agência de marketing deve sugerir melhorias nos processos de marketing e de negócio. Ela adquire esse conhecimento para auxiliar o CEO na tomada de decisão através de testes, utilizando softwares de automação de marketing (como RD Station e Hubspot), CRM de vendas e outras pesquisas data-driven.

4. Ter cases de sucesso: Conferir o portfolio e os depoimentos de clientes da agência é outra prática que pode ajudar você a tomar a melhor decisão para seu negócio ao contratar uma agência de marketing digital como parceira. Isso vai ajudar você a alinhar suas expectativas, pois você conhecerá o grau de satisfação dos clientes com os serviços e atendimento desta agência, sabendo exatamente qual é a imagem que ela transmite a eles e o grau de eficiência de suas ações. Vale também conhecer o trabalho que a agência desenvolve para ela mesma: como são suas redes sociais, como eles captam novos leads e com quais metas eles trabalham. Esse é um termômetro importante para saber se realmente a agência terá capacidade para cumprir tudo que oferece.

5. Possuir certificações e parcerias: As agências de publicidade, marketing, criação e web precisam estudar e se atualizar constantemente para dominar o mercado e sempre estar apto a oferecer um serviço de alta qualidade. Analise então quais parcerias e certificações elas têm e veja qual se encaixa mais no perfil de sua empresa e nos seus objetivos. As agências que atuam no marketing digital e são parceiras ou certificadas por empresas como Resultados Digitais, Google e Hubspot apresentam mais confiança para entregar serviços de qualidade.

| Leia também: A agência Mkt Ideas conquista certificação em Inbound Marketing

6. Contar com uma equipe qualificada: As atividades de marketing são muito mais complexas do que as pessoas imaginam. Cada ferramenta ou recurso possui uma peculiaridade, o que exige manter diversos profissionais para atender a todas as necessidades, executar as tarefas corretamente e alcançar o resultado desejado. Portanto, entenda o nível de experiência e qualificação dos profissionais da agência parceira que serão envolvidos no seu projeto.

7. Ter um gerente dedicado: O atendimento de uma agência é um dos grandes responsáveis pelo sucesso de sua estratégia. Este será o responsável por identificar as necessidades de seu negócio, orientando todo o time de criação no desenvolvimento de sua estratégia. O atendimento ou gerente também vai ajudar você a tirar suas dúvidas e solucionar pequenos problemas que podem vir a acontecer. Portanto, vocês estarão sempre em contato. É de extrema importância que você escolha uma agência que ofereça um atendimento de qualidade, prestativo e, acima de tudo, comprometido com o sucesso de sua empresa.

8. Se preocupar com a apresentação de resultados: Se você está buscando uma agência para cuidar de sua estratégia de marketing, você está em busca de resultados ainda melhores para sua organização, correto? Sendo assim, é muito importante que você verifique se a agência que você deseja contratar oferece um serviço de Business Intelligence (Inteligência de Negócios), mostrando exatamente qual é o retorno sobre o investimento de cada uma de suas estratégias. Só assim você será capaz de otimizar suas estratégias, garantindo a conquista de seus objetivos. Por isso, observe quais delas oferecem reuniões periódicas para apresentarem esses resultados à sua empresa e otimizar ainda mais as suas ações de marketing.

Conclusão

No oceano vermelho do marketing digital não é nada fácil escolher a agência que vai resolver os seus problemas.

De fato a escolha de uma agência de marketing depende também da situação da sua empresa e da sua maturidade, Assim como em um casamento, pode funcionar ou não, não necessariamente por culpa ou mérito de um ou outro, mas por uma sincronia que se cria ou não.

Mas o mais importante é que saiba, que independentemente da agência que vai te assessorar, uma estratégia de marketing depende principalmente de um planejamento assertivo a nível de business, pois o marketing é um braço do seu negócio.

Por isso, para que todas as estratégias funcionem corretamente e tenham os melhores resultados, tanto agência quanto empresa devem caminhar juntas nesse processo.

A agência precisa entregar os materiais, relatórios e resultados. Já a empresa, precisa honrar com a entrega de informações que são importantes para a construção de campanhas, como história da empresa, fotos e diversos outros materiais solicitados pela agência. Isso inclui o briefing.

Com uma agência eficiente, você será capaz de atrair mais clientes e gerar novas oportunidades de negócio, influenciando positivamente nos lucros do seu negócio e se destacando da concorrência.

Infelizmente, não são todas as agências que fazem um trabalho tão robusto como o que citamos aqui nesse artigo.

Por isso, valide uma agência que conte com uma boa equipe, com profissionais capacitados e experientes, que possua certificações e tenha boas avaliações.

Se atentar a isso fará uma grande diferença para fazer os seus investimentos valerem a pena.

Então se você quer resultados, a Mkt Ideas pode te ajudar! Temos uma equipe de profissionais e parceiros altamente experientes em diferentes áreas de especialização que estão prontos para trabalhar em suas necessidades específicas.

Entre em contato conosco e conheça nossas soluções e clientes:

 

Se quiser receber mais ideias assim, faça como os 5.000 inscritos, assine grátis nossa newsletter abaixo e faça parte da nossa lista VIP:

 

Continue acompanhando nosso blogfanpage, instagramlinkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas