Posts

Hoje em dia, quando todo mundo tem acesso à internet diretamente do seu bolso, a internet é o primeiro lugar onde as pessoas se voltam para encontrar rapidamente as informações de que necessitam. Isso significa que sua empresa precisa criar uma presença online.

Se lá no começo da internet, a maioria dos sites eram estáticos, e basicamente formados por blocos de texto e imagens, atualmente, existem vários tipos diferentes de sites.

Na verdade, existem tantos tipos de sites hoje em dia que às vezes é difícil decidir qual é a certa para sua empresa.

Para facilitar o seu trabalho, vamos apresentar neste artigo quais são os principais tipos de sites existentes e as vantagens de cada um para ajudá-lo a tomar essa decisão.

Vamos lá?

1. Site Institucional

Objetivos: Promover seu negócio, dar mais visibilidade e credibilidade à sua marca; Ajudar as pessoas a saber mais sobre você e sua empresa.

O site institucional é o mais usado pela maioria das empresas. Ele é ideal para apresentar sua empresa aos seus clientes de forma profissional na internet.

Geralmente é composto por páginas informativas sobre o negócio, como: quem somos, serviços/produtos, preços e contato. Esse tipo de site é praticamente um cartão de visitas online.

Aqui na Mkt Ideas, desenvolvemos 2 formatos de Site Institucional:

  • Website (site com páginas internas)
  • One-page (site de página única)

O que define um Site One-Page é que – diferente do tradicional com páginas internas – toda a informação é carregada em uma única página. Quando o visitante clica em um dos menus, a página simplesmente rola para o conteúdo correspondente, sem a necessidade de carregar uma nova página.  

A principal vantagem desse tipo de site é que ele funciona bem em aplicativos mobile, porque costuma levar menos tempo para carregar, e sua estrutura e organização das informações fazem desse tipo de site uma alternativa muito interessante aos Website.

Se você está começando um negócio e tem ainda pouco conteúdo, é possível concentrar tudo o que tem em uma One Page bem bonita (mas não tente colocar muita informação em uma única One Page, isso deixará poluído e carregado, seu usuário e o Google não gostarão nada disso).

2.  eCommerce

Objetivos: Encontrar clientes em todo o mundo; Realizar vendas fora do horário comercial; Fidelizar clientes da sua loja física; Economia e comodidade.

O eCommerce, comércio eletrônico ou loja virtual é um dos principais usos comerciais dos sites, pois através dele é possível vender praticamente tudo que se vende em loja convencional.

Inclusive, o comércio eletrônico tem crescido mais que o convencional.

Eles são construídos com sistemas de verificação que permitem que o consumidor encomende diretamente da loja online, com rapidez e de forma bastante segura e intuitiva.

Solução ideal para empresas que precisam vender algo mas não possuem um local físico, ou que possuem local físico mas querem ter um maior alcance e dar mais opções de compra para seus clientes atuais.

3.  Site Catálogo

Objetivos: Apresentar seus produtos/serviços; Encontrar clientes em todo o mundo; Fidelizar clientes da sua loja física; Economia e comodidade.

Muito similar com o eCommerce, porém, o Site Catálogo não possui integração com sistemas de pagamento, frete, correios, estoques e etc.

Se você tiver um produto ou serviço que não requeira pagamento online, um site catálogo permitirá que você exiba o que você tem para oferecer e atraia clientes em potencial.

4. Landing Pages e Hotsites

Objetivos: Transformar visitantes em leads e clientes; Fazer com que os visitantes realizem uma ação específica, que eles convertam, como comprar um produto específico, preencher um formulário de contato ou fazer download de um ebook.

Ambas são de página única e possuem um formulário em evidência.

Apesar de serem muito parecidos, a diferença entre eles é que Hotsite é usado para o lançamento de novos produtos, serviços ou eventos, tendo como uma das principais características a sua validade, pois todo hotsite tem data para ser publicado e data para ser removido da internet.

 Landing Page é uma página de captura, com o objetivo bem claro de atrair clientes e produzir conversões para sua empresa. Esse tipo de site normalmente possuem elementos estratégicos e atraentes para realizar as conversões e é muito usada pelas campanhas de marketing digital para criar engajamento com o usuário.  

Quer saber tudo sobre Landing Page, veja nosso artigo completo: Descubra o que são Landing Pages e use-as a seu favor.

5. Blogs

Objetivos: Dar aos seus clientes conteúdo de qualidade, útil e relevante sobre sua empresa e área de atuação; Compartilhar suas ideias e escutar a opinião dos seus visitantes; Reforçar sua marca, dando-lhe uma personalidade e uma voz própria; Tornar-se referência e autoridade; Entreter a audiência.

Em geral, Blogs são sites pensados em visitantes fiéis, que entram todos os dias para conferir as novidades. Eles devem sempre atacar um público-alvo e dependem completamente de seu sucesso para poder gerar alguma receita.

Os Blogs também são poderosas ferramentas de marketing, pois conseguem convencer os clientes a se tornarem fãs, seguidores, leitores e clientes de forma mais sutil (com dicas, por exemplo) ao invés de um anúncio direto.

Por isso, eles podem ser adicionais em um site institucional – o que dá a oportunidade para que a empresa possa investir em Marketing de Conteúdo e em SEO (duas ferramentas essenciais para atrair clientes em potencial no meio online) além de fortalecer a relação com a audiência e atrair e nutrir os leads – ou pode ser o próprio site em sí.

O Blog deve sempre se conectar com as redes sociais e incentivar a navegação horizontal (fazer com que o leitor vá pulando de artigo em artigo, permanecendo o máximo de tempo online).

Quer saber mais sobre Blog e como criar um focado em gerar leads? Veja nesse artigo: Ter um blog dá resultado?

6. Portais

Objetivos: Disseminar informação e notícias; Compartilhar suas ideias e escutar a opinião dos seus visitantes; Entreter a audiência

Portais são sites agregadores de conteúdo diverso. É um site parrudo que reúne informações de vários outros sites, destacando e resumindo conteúdos que possam despertar o interesse do visitante e direcionando através de links para os conteúdos completos.

Alguns portais oferecem acesso a vários tipos de sites diferentes, podendo esses sites se apresentarem como subdomínios do site principal ou como domínios totalmente diferentes.

Esse tipo de site é ideal para empresas que vendem “informação”, e visam o retorno do consumidor para que este consuma o seu “produto”. Basta lembrar de sites como G1, Yahoo e etc.

É comum, por exemplo, que juntamente com seu conteúdo, os portais ofereçam diretórios para outros sites, buscadores, notícias, previsão do tempo, citações, mapas, salas de bate-papo, fóruns, classificados, e etc, pois isso ajudará a monetizá-lo.

Mas afinal, como escolher o tipo de site certo?

Agora que você já conhece os principais tipos de sites existentes, será um pouco mais fácil escolher o tipo de site ideal para sua empresa.

Em alguns casos a combinação de mais de um tipo será a mais indicada, pois os resultados que cada um deles pode proporcionar irão se complementar para atingir um resultado final. Não é incomum encontrar sites que reúnem em um único domínio: site institucional, blog e uma loja virtual tudo junto e misturado.

Na Mkt Ideas acreditamos que para um site ter sucesso ele deve contemplar 6 princípios básico dos sites de sucesso:

    • Atração: de nada adianta criar um site, se ele não é capaz de atrair pessoas interessadas em seu conteúdo.
    • Valor: entregar conteúdo que realmente agregue e faça a diferença na vida das pessoas.
    • Resultados: todo site deve ter um objetivo, e o resultado é a comprovação de que o objetivo está sendo alcançado.
    • Autoridade: criação de autoridade no segmento através da presença e posicionamento da marca na internet.
    • Experiência: o site deve contar com uma estrutura UX e UI para prover uma boa usabilidade no site.
    • Compartilhamento: é preciso ter em mente que o site deve ser desenhado para uma fácil integração com mídias sociais para que os seus clientes falem da sua marca nas redes.

É importante contar com a consultoria de uma equipe profissional composta por designer, programador e redator, pelo menos. Esses profissionais são os mais indicados para identificar seu público-alvo e criar um site que se comunique de forma eficaz.

Por exemplo, se seu público é mais jovem, é fundamental que seu site esteja antenado com as tendências. Já se seu público é mais tradicional, é preciso pensar na ergonomia de navegação da forma mais intuitiva possível.

Antes de contratar uma agência analise também seu portfolio. Já vi muitas agências que criam sites por preços muito baixo, e quando vamos analisar seu portfolio, nos deparamos com sites genéricos, sem nenhuma identidade da empresa, sem SEO, sem textos persuasivos, usabilidade ruim, design sem estudo… ou seja, sem nenhuma personalização.

Eles não criam sites de alta performance, eles pegam um template e apenas colocam suas informações, criando assim a possibilidade de que existam sites idêntico no mesmo ramo do mercado. Isso traz prejuízos a imagem da sua marca e não traz lucro para a empresa pois o site não é funcional.

Tenha em mente que criar um site premium e robusto não é uma tarefa simples, então opte por uma agência que possa te ajudar. O site deve ser tratado como um negócio, uma ferramenta de marketing, e não um “hobby”.

Qualquer seja a sua escolha, estamos aqui para te orientar melhor. Aqui na Mkt Ideas, todos os sites que desenvolvemos são orientados para o marketing e para a identidade da empresa, contemplando todas as características que orientei você ao longo desse artigo

Entre em contato conosco! Será um prazer te ajudar: 

 

Se esse artigo foi útil de alguma forma para você, compartilhe em suas redes sociais e também cadastre seu email em nossa lista VIP:

 

Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas

 

 

O primeiro passo crucial para se ter uma presença online é ter um site. Isso, quando se tem boas ações que levam seu público até ele, gerando visitantes.

Mas, se você deseja gerar leads e vendas, precisa aprender algumas técnicas para promoção do seu negócio, Uma das ferramentas mais eficientes são as Landing Pages.

Muitas empresas simplesmente jogam dinheiro fora por não trabalharem direito essa ferramenta.

Gasta-se muitos recursos para trazer potenciais visitantes para o site da empresa e depois disso apenas uma parcela muito baixa desses visitantes acaba se tornando clientes de fato.

Por que isso acontece?

Uma das grandes razões para que isso aconteça é a falta de um bom uso de páginas de conversão.

Neste post vamos explicar o que são essa páginas de conversão e por que elas podem fazer uma grande diferença nos resultados obtidos com o marketing digital.

O que é Landing Page?

Conhecidas popularmente como páginas de conversão, páginas de destino ou páginas de captura, as landing pages são parecidas com qualquer outro site, mas é importante compreender que elas operam um pouco diferente.

Elas são criadas para promover um determinado objetivo, enquanto o site, geralmente mais abrangente, pode desempenhar simultaneamente diversas tarefas, como fornecer informações, permitir compra direta de produtos ou dar aos visitantes uma opção de comunicação com você.

Uma LP é uma página que traz uma oferta e estimulam os visitantes a tomar uma ação específica. Sendo mais preciso, landing page é uma página criada com um objetivo único: a conversão.

Por isso, as landing pages são peças premium dentro do seu site, geralmente composta por:

  • Uma oferta;
  • Um formulário;
  • Um CTA (chamada para ação).

Para que servem as Landing Pages?

Como estratégia de marketing, as landing pages são utilizadas para conduzir os visitantes rumo à conversão fazendo com que eles realizem uma ação específica.

Realizando essa ação, você consegue algumas informações do seu visitante (que se tornou agora um lead) como nome e email, podendo trabalhar um relacionamento depois.

Por isso, é importante ter em mente uma meta clara na sua estratégia de marketing. Se a meta é fazer o seu público realizar uma conversão – compra, clique, curtida, visualização, download, cadastro, assinatura de newsletter -, uma boa landing page aumenta consideravelmente suas chances de sucesso.

Para isso, primeiramente, sua página deve ser clara, precisa e organizada, oferecendo realmente aquilo que foi prometido, informado ou especificado em sua campanha estratégica inicial.

Por exemplo, nessa LP de um eBook da Mkt Ideas, nosso único objetivo é fazer com que o visitante forneça suas informações de contato em troca do download gratuito do eBook:

Quando é melhor direcionar o visitante à uma Landing page ao invés de um Site?

Uma página de conversão é uma maneira eficiente de conseguir uma resposta à uma oferta em particular.

Digamos que você esteja fazendo um anúncio de uma oferta em um serviço específico da sua empresa. Ao clicar neste anúncio, os visitantes devem chegar em uma página que seja diretamente relacionada ao anúncio que eles acabaram de ver.

A landing page é muito apropriada para isso. Não faça com que o visitante tenha que procurar o serviço pelo site. Isso o dispersa, o emburrece e não o converte.

Embora o seu site principal possa e deva ter uma menção à essa oferta, ele contém muita informação que não é relacionada a ela, podendo distrair o visitante.

Por que as Landing Pages são importantes?

Essa resposta é simples: resultados!

Landing pages bem elaboradas permitem que se tenha uma taxa de conversão muito maior do que em um site normal. Não são raros os casos onde se pode otimizar a taxa de conversão para 5 ou 10 vezes mais.

Quais as diretrizes para criar uma Landing Page?

Passando para a parte mais prática, existem alguns pontos importantes na criação de landing pages que sempre devem ser levadas em consideração:

– Adicione valor. Antes de tudo, ofereça algo de valor na página e deixe isso claro para o visitante. Essa oferta pode ser um eBook, uma apresentação, um infográfico, uma planilha, um webinar, um vídeo, uma promoção e até uma consultoria. O importante é que ela seja atrativa e acrescente algo na vida do seu lead.

– Quanto mais simples, melhor. Uma landing page é exatamente uma só página, não tem menu de navegação e nenhuma outra página que desvie a atenção dos visitantes.

– Blocos de textos curtos e objetivos. A página deve ser focada no objetivo para conseguir alcançar a meta determinada. Os textos devem ser redigidos de forma clara, concisa e precisa e os formulários devem ter somente os campos necessários; muitos campos podem acabar levando o visitante a desistir da conversão. Não distraia seus visitantes com informações não relacionadas ao objetivo.

– Use CTAs. Call to action ou Chamadas de ação em botão ou link ajudam a levar os visitantes a completar a tarefa proposta (cadastrar, assinar, comprar, encomendar ou seja lá o que for que você quer que os visitantes façam). Eles devem ser bastante visíveis para o visitante.

– Design funcional. O design de toda a página deve ser elaborado de tal forma que a CTA se destaque para que os visitantes possam facilmente completar a ação proposta.

– Design atraente. As primeiras impressões são a chave para tudo. Você precisa atrair a atenção dos seus visitantes de imediato com um ambiente incrível, elementos visuais lindos e um design arrebatador. Insira uma imagem, se for o preview da sua oferta melhor ainda.

– Não se esqueça do AIDA. No meio publicitário o acrônimo AIDA é uma das ideias mais propagadas e defende um ciclo pelo qual as pessoas passam antes da conversão. Portanto, toda a comunicação deve levar em conta cada um dos passos: Atenção, Interesse, Desejo e Ação.

– Utilize depoimentos. Utilize depoimentos reais de pessoas que já foram ou ainda são seus clientes. Eles servem como o gatilho mental da Prova Social.

– Seja responsivo. Certifique-se que sua landing page também tenha uma aparência fantástica nos dispositivos móveis. Uma boa parte do seu tráfego vai chegar a partir de navegação mobile e estes visitantes não vão ficar na página se esta tiver uma aparência ruim em suas telas.

– Facilite. Mantenha os detalhes importantes “acima da dobra” (isso é, na parte onde é possível ver sem a necessidade de navegar para baixo). Não esconda o seu formulário, botão de assinatura ou o banner com CTA na parte de baixo do site, muitas pessoas não irão ver essa parte e você estará perdendo oportunidades.

– Testes são essenciais. Dificilmente sua LP ficará satisfatória de primeira pois são muitos detalhe para acertar e que dependem muito de seu público alvo, do segmento em que sua empresa está inserida e da oferta proposta.

Abordamos muitas dicas de design para alavancar as conversões da sua landing page e site nesse artigo aqui. Recomendo a leitura!

Como aumentar o tráfego na sua landing page?

Para tirar proveito dessa ferramenta e ter melhores resultados, o ideal é você integrá-la com outras ações de marketing, como o Inbound Marketing, e conseguir mais visitantes para sua landing page fazendo com que se apaixonem pela sua marca, sua organização, seus produtos/serviços, e claro, converter mais leads.

Há 3 caminhos importantes para trazer mais tráfego para sua landing page e nós recomendamos que você explore nesse artigo aqui.

Basicamente, esses 3 caminhos são: Redes Sociais, Anúncios e Blog. Mas também vale muito aproveitar os leads que você já tem na sua base, através de disparos de Email Marketing.

Exemplo:

  • Envie a landing page como uma campanha de email marketing
  • Poste o link da landing page nas redes sociais
  • Crie um banner CTA ou pop-up direcionando para a landing page
  • Crie uma campanha nas mídias pagas conectando para a sua landing page

Estes são bons métodos para direcionar tráfego para sua LP e aumentar as oportunidades na geração de leads.

Assim, as landing pages são indispensáveis no marketing digital e, agora que você já sabe bastante coisa sobre essa ferramenta, comece a aplicá-la hoje mesmo em sua estratégia!

Achou que íamos deixar você fazer tudo sozinho?

De jeito nenhum! A Mkt Ideas pode te ajudar na criação de landing pages e em ações integradas de marketing específicas para as necessidades da sua empresa.

Dê uma conferida nesse ebook:

Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas