Sabe quando você está cotando um serviço ou um produto com algumas empresas, marca reuniões e vem uma que, de início você acha que será mais do mesmo e… tchã-nam, ela te mostra uma apresentação bem robusta, bonitona, de fácil leitura e com cases que te atraem do começo ao fim, fazendo com que você não se esqueça dela jamais?

Pois é disso que vamos falar nesse post.

Como já falamos nesse post, convencer um cliente a adquirir um produto ou um serviço de sua empresa passa por estratégias muito subjetivas nas diversas fases do processo de vendas, principalmente no início, em que geralmente você está competindo com um concorrente (e as vezes até mais que um).

Mas existem algumas estratégias para que você domine e encante seu cliente desde o início: Apresentações.

Por que as apresentações?

Antes de mais nada, é importante entender como uma apresentação pode ajudar nos resultados de uma empresa.

Para início de conversa, podemos dizer que, de acordo com algumas pesquisas recentes — como a do site The Next Web —, conteúdos visuais têm uma recepção até 40% melhor do que aqueles apenas textuais. Isso faz com que as páginas que apresentem esse tipo de material também apresentem uma retenção de usuários 42% acima da média.

Interessante, não é mesmo? Mas não para por aí.

Apresentar ideias através de imagens ajuda o público a entender melhor uma mensagem, fazendo com que ela tenha um efeito melhor em sua mente.

As apresentações são poderosos materiais de apoio de venda. Nelas você pode contar sobre a sua empresa, falar sobre suas soluções, mostrar seus trabalhos já realizados e até mostrar dados de pesquisa sobre o mercado, por exemplo. É um material bem completo e pode ser feitas também em etapas, conforme a jornada de compra do seu cliente.

Como desenvolver?

O desenvolvimento de uma apresentação exige muita preparação e empenho, mas, separamos a seguir de forma bem resumida, meeeeesmo, os principais passos seguidos na elaboração para conquistar e chamar a atenção de seus leads. Vamos lá? #TakeaNote #TakeIdeas 🙂

1) [Planejamento] Conheça a sua audiência

Saber ao certo quem é seu persona/público, é de suma importância para entender o que pode ser relevante ou não para ele e como criar a abordagem correta daquele conteúdo.

A ideia é conseguir proximidade para garantir que ele tenha interesse na sua apresentação. 

2) [Conteúdo] Selecione os seus argumentos

Seja da forma que for, caso você apareça com uma longa lista diante dos seus futuros clientes, apresentando motivos para que ele compre de você, é bem provável que eles se percam no meio do caminho.

Portanto, apresente apenas as razões mais importantes, de forma sucinta e, dessa forma, será muito mais persuasivo do que apresentando um turbilhão de informações. Seja claro e direto para que não reste dúvidas quanto ao seu entendimento. Não queremos distrair o seu ouvinte da mensagem principal, mas também não queremos que ele fique perdido no assunto, ok?

Também desafie seus clientes abordando pontos em que seus produtos se destaquem, lançando perguntas como “Quanto tempo você gasta em atividade x” e “você estaria disposto a tentar fazer o seu tempo render mais ao adquirir nosso produto/serviço?” Pode parecer um exemplo simples, mas se bem formulado, funciona muito bem. Você deve estar disposto a provar para aquelas pessoas que sua empresa é a parceira que faltava para sua história de sucesso! “A ideia que faltava”… entendeu!?! #slogandaMktIdeas

3) [Roteiro] Crie um caminho estratégico

Quando for hora de pensar no roteiro de sua apresentação, você deve centrá-lo no seu objetivo.

Se você quer vender mais, por exemplo, todo o foco da sua apresentação deve estar no porquê comprar seu produto seria uma decisão vantajosa. Seu papel é convencer essas pessoas e para isso é preciso saber o que você quer. 

Em uma única apresentação provavelmente não será possível falar de todos o seus objetivos. Então você deve escolher um ângulo que facilite seus objetivos de conversão. Foi o que eu falei no início do post, que você pode fazer suas apresentações em etapas, conforme a jornada do seu cliente.

4) [Design/Arte] Transforme textos em imagens

Atente-se à simplicidade. use recursos visuais para que eles funcionem como auxílio ao entendimento do que está sendo falado. Elimine longos textos de seus slides, eles só devem aparecer quando são essenciais para o que está sendo dito.

Caso precise utilizar textos em suas apresentações, que eles sejam curtos e carreguem “poder” em seu conteúdo. Neste caso, a aposta são as imagens. Mas para que elas cumpram o seu devido papel, elas precisam ter relevância com o a proposta da apresentação. 

O design tem o papel de atrair e auxiliar o entendimento do usuário. Segundo esse post no blog da Bannersnack, os leitores, principalmente na web, esperam ser atraídos visualmente. assim, uma estratégia eficaz de marketing de conteúdo envolverá criação visual, como gráficos, ícones e ilustrações.

Para ser eficaz na transmissão da mensagem desejada, não somente a imagem deve ser útil, mas também esteticamente agradável, impressionante e visualmente alinhada com a marca. Qual é a finalidade da arte em uma capa de revista? Fazer com que o leitor a abra, correto? O mesmo vale para as apresentações.

Gostei! Mas preciso de uma ajuda profissional

Como você pôde ver por aqui, criar apresentações pode ser uma ótima estratégia para aumentar os resultados da sua empresa.

Apresentações e campanhas seguem muitas tendências, já que a nossa sociedade é dinâmica. Dessa maneira, um profissional será de grande auxílio para transmitir a sua mensagem com um visual atrativo, discursos segmentados à  e formas eficazes de abordagem, bem como entender o seu público-alvo.

Cada contato é decisivo para os negócios e por isso é muito importante que você apresente sua empresa com desenvoltura e inteligência para conquistar clientes.

Se você quer que sua apresentação seja impecável, não deixe de entrar em contato conosco e saber de que forma podemos te ajudar! 

 Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas