Seu site vende?

Quando pergunto se o seu site vende, não estou me referindo a uma venda propriamente dita, como aquela realizada por uma loja virtual. Me refiro ao quanto o seu site está preparado para transformar visitantes em clientes.

E como seu site pode transformar visitantes em clientes?

Direcionando o visitante do seu site a converter a uma ação, seja ela um cadastro na newsletter, preenchimento do formulário de contato e até mesmo uma ligação.

Portanto, você já parou para pensar que a taxa de conversão de uma ação em seu site está diretamente relacionada ao seu design?

Assim como já falamos aqui sobre criar um Blog focado em Resultados, para alcançarmos êxito na projeção de um site é fundamental entendermos como podemos usar o design a nosso favor para criarmos sites e layouts que realmente alcancem seus objetivos e que resultem em conversões.

“Você nunca terá uma segunda chance de causar uma boa impressão” – diz o velho ditado.

O que é verdade sobre sua aparência pessoal também é verdade sobre o seu site. Concorda?

Muito mais do que garantir beleza e usabilidade, o design é capaz também de gerar e aumentar os resultados do seu negócio gerando mais leads, vendas, visitas e … lucros!

Estudos mostram que nossas reações imediatas sobre um site (aquelas que ocorrem nos primeiros dois segundos ao visitá-lo pela primeira vez) tem um impacto duradouro sobre a forma como nos sentimos em relação ao site e ao negócio por trás deles. Poucos segundos após o carregamento inicial, seus visitantes já decidiram o que eles acham sobre seu site. Se eles o acham inteligente, engraçado, profissional, acessível, útil, competente e confiável – tudo isso em pouquíssimos segundos.

Veja algumas estatísticas:

  • 94% dos usuários que abandonam um site é devido ao seu design;
  • 46% dos usuários móveis relataram ter dificuldade de interagir com uma página web, e 44% reclamaram que a navegação era difícil;
  • Apenas 55% das empresas estão atualmente realizando algum teste online de experiência do usuário;
  • Mais de 80% dos empresários consideram como sendo de alta prioridade o aumento global da conversão para seus programas de otimização de sites;
  • 86,6% das pequenas e médias empresas citam os sites como a sua tática de marketing mais importante;

Portanto, neste artigo veremos como um Design focado em Conversão pode nos ajudar a melhorar os resultados das páginas que criamos, alavancando a audiência e as vendas.

Tenho certeza que depois de ler até o final, seu site não será mais o mesmo! 🙂

Agora, se você ainda não tem nem visitantes no site, leia esse artigo: 4 ações que você precisa fazer para atrair mais visitas.

Design focado na conversão

É o design focado em resultados. É o design focado em atingir um único objetivo.

Esses objetivos podem ser:

  • Mais visitas
  • Maior volume de leads
  • Mais ligações de clientes
  • Mais vendas
  • Mais cadastros no blog

Isso significa criar um layout onde o principal objetivo é potencializar o poder de decisão do usuário através do direcionamento para ações, guiando-o para completar uma ação específica, utilizando design persuasivo e gatilhos mentais como meios de aumentar as conversões.

Todo usuário tem um objetivo, mesmo que inconsciente.

E como você consegue persuadir um visitante a completar seus objetivos de conversão usando design?

Ao se projetar um layout não basta somente pensar no fator estético e visual. É preciso projetar também para que o design cumpra a função para qual ele foi concebido. Esse é o principal objetivo dele, antes de qualquer coisa = Design Funcional.

Um design eficaz faz que o usuário não procrastine em sua decisão a ponto de deixar facilmente o seu site, ou pior, executar ações em sites concorrentes.

O design para conversão motiva, incentiva e direciona o usuário a uma ação planejada na interface, diminuindo ao mínimo possíveis ruídos que causem dispersões.

Com isso alia-se a parte de usabilidade, arquitetura da informação, navegabilidade e acessibilidade, mais a parte estética e a psicológica, para influenciar o comportamento do visitante e alcançar realmente o objetivo do site.

O design é um poderoso aliado e influencia diretamente os visitantes e consumidores.

A importância do Design focado na Conversão

Com o avanço do Marketing Digital, das vendas pela internet, do número de infoprodutores e das oportunidades de negócio nesse meio, criar um design centrado na conversão se tornou essencial para o sucesso das empresas, pois um maximiza os resultados do outro.

De nada adianta anunciar no Google, por exemplo, levar vários visitantes qualificados ao seu site, se seu site não atrai, não interage, não vende, não funciona.

Não se pode criar um site somente “bonito” e deixá-lo no ar torcendo para que os visitantes realizem as ações pretendidas. Cada vez está mais caro e concorrido conseguir tráfego para o seu site, blog, loja virtual e landing page, por isso você deve aproveitá-lo ao máximo, tentando fazer com que os seus visitantes realizem as ações pretendidas.

Faz sentido né?

Por isso Design, Usabilidade e Conversão andam lado a lado.

Estudos apontam que:

  • Empresas que investiram na melhoria no design tiveram aumento de lucratividade;
  • O design de um site é responsável por 94% da credibilidade transmitida ao visitante;
  • Melhorias no design aumentam muito a taxa de conversão de um site.

Poucas empresas dão a devida atenção no seu site, seja por falta de conhecimento ou falta de visão a esse poder que o design tem de gerar e otimizar resultados.

Poucos webdesigners criam pensando na usabilidade, experiência do usuário, cores, tipografia e etc; como forma de conseguir mais conversões. #TakeIdea!

Aplicando o Design focado na Conversão

Separei alguns itens essenciais na projeção de um site focado em conversão. Vamos lá:

– Contrastes e Cores

As cores produzem reações em nosso cérebro e influenciam nossas escolhas e ações. As cores têm significados.

Existem estudos sobre a influência emocional que as cores tem em nosso comportamento, também conhecido como Teoria das Cores.

A importância da Teoria das Cores é algo que artistas e designers têm estudado há muito tempo. O impacto visual é muito determinado pela cor e suas combinações de cores, e pode até nos levar a ter diferentes respostas emocionais.

Abaixo listamos as cores e quais influências psicológicas elas provocam:

  • Vermelho: Perigo, pare, negativo, emoção, quente, dinâmica, paixão
  • Azul: Calma, confiança, segurança, tecnologia
  • Verde: Crescimento, positivo, confortante, saúde, tranquilidade
  • Amarelo: Emocional, positivo, cautela
  • Branco: Puro, limpo, honesto
  • Preto: Sério, pesado, morte, sofisticado
  • Cinza: Integridade, neutro, fresco, maduro
  • Marrom: Saudável, orgânica, despretensiosa
  • Ouro: Conservador, estável, elegante
  • Laranja: Emocional, positivo, energia, alegria, calor
  • Roxo: Contemporâneo, nobreza, poder
  • Rosa: Jovem, feminino, moderno

Isso pode ajudá-lo a seguir um caminho de cores e agregar valor a uma mensagem que o layout queira passar.

Mas, não vá usar várias cores diferentes juntas e fazer do seu site um carnaval, que não vai funcionar e, ao contrário, irá confundir a mente do usuário.

Uma dica é explorar a roda das cores para contrastar cores quentes com cores frias para ter um destaque maior em seu call to action (chamada para ação).

Sugerir onde clicar pode ser uma good idea quando algumas pessoas precisam de um empurrãozinho, pois quanto mais escolhas disponíveis, menor as chances de uma decisão e de colocá-la em prática. Sendo assim, tente enfatizar e destacar certas opções de escolhas.

Fazer CTA (call to actions) um pouco mais chamativo e distinto dos elementos que o cercam, tornará sua interface mais chamativa.

– Imagens e Elementos

Sabe aquele monte de texto, que tem bastante importância, mas que o usuário não lê por preguiça?

Utilize imagens, fotografias e elementos para facilitar a leitura e identificação dos textos que você está abordando para o usuário. Além de ter o poder de equilibrar interfaces discretas e minimalistas

Dependendo do tipo de produto ou serviço que você possui, a utilização de imagens podem ter alto impacto na sua conversão.

– Facilidade e Simplicidade

Menos é mais. Uma mente confusa não toma decisão alguma.

Quanto menos opções você dá para seu cliente, menos confuso ele fica e mais fácil é de converter.

Esse é um conceito muito simples para a própria homepage de seu site ou para as suas landing pages.

Quanto menos elementos você coloca, menos você está concorrendo pela atenção do usuário. Ou seja, aquele elemento principal que você quer destacar, seja um formulário de contato ou uma CTA, precisa estar em evidência não só entre os outros elementos, mas entre o menor número de elementos possíveis.

Em vez de tentar colocar todas as informações possíveis em uma página, faça o mínimo para que a taxa de conversão se torne maior.

– Direcionamento

O direcionamento no design se resume basicamente em indicações visuais que levam para uma área de foco.

Elas ajudam a guiar os visitantes para ações desejadas, deixando claro o propósito da página assim que elas a visualizam.

Podem ser setas, pessoas olhando para uma direção determinada, caminhos, estradas e outras formas que direcionam o visitante para algum lugar.

O olho humano tende naturalmente a seguir essas direções.

– Diagramação UX e UI

A diagramação em uma estrutura UX (User Experience ou Experiência do Usuário) e UI (User Interface ou Interface do Usuário) representa o conjunto da obra.

A disposição dos elementos e textos conta muito, então é necessário deixar tudo o mais harmônico possível e de fácil compreensão para o público.

Dê destaque para o campo de buscas, no topo do site, de forma elegante, por exemplo.

Se o objetivo de uma página for voltado totalmente à uma conversão, manter uma só coluna dá a você mais controle sobre sua narrativa, guiando seus leitores de cima para baixo.

Nesse caso, aplica-se facilidade e simplicidade no layout. Novamente, menos é mais. O layout com várias colunas corre o risco de distrair os leitores do propósito central de uma página.

Você já percebeu que landing pages ou páginas de vendas só possuem 1 coluna?

Foi o que abordamos em simplicidade e facilidade. Quanto menos elementos você coloca, menos você está concorrendo pela atenção do usuário.

No entanto, se sua página for longa, repita a CTA ao invés de mostrá-la uma vez só. Quando as pessoas chegam ao fim da página, elas param e pensam no que fazer depois – e este é um lugar em potencial para fazer uma oferta ou fechar um negócio. Elas aguardam seu empurrãozinho, seu incentivo sobre o que fazer. Basta você ajudar 😉 #TakeIdea

– Estrutura AIDA

Você já deve conhecer o acrônimo de AIDA. Para aqueles que não sabem ainda, AIDA significa Atenção, Interesse, Desejo e Ação.

São as 4 fases, muito utilizada na publicidade, que todo cliente deve passar antes de tomar uma decisão de compra. E isso também se aplica na criação do design do site.

  1. Atenção: Atraia a atenção do visitante assim que ele acessar o seu site;
  2. Interesse: Deixe seu cliente interessado com um design atrativo e navegação intuitiva;
  3. Desejo: Use imagens e cores que despertem o desejo do cliente seguir em frente;
  4. Ação: Deixe sempre bem claro qual o próximo passo necessário para a conversão (ex: call to action e direcionamentos)

Há uma infinidade de técnicas e estratégias de design que podem não só deixar o seu site mais atrativo, bonito e confiável, mas também mais rentável.

Aliás, como estratégia de conversão, pense em ter no seu site um blog e landing pages. Recomendo a leitura: Ter um blog dá resultados? Sim, mas só depende de você.

Por fim, realize testes em seus layouts

Boa parte do sucesso, de qualquer ação da sua empresa, está nos testes.

Às vezes você cria algo legal, harmonioso, funcional, mas que não converte. Por isso é muito importante realizar testes. Não se pode criar uma interface e não acompanhar o seu desempenho.

Selecionei abaixo alguns testes que uso:

  • Teste A/B
  • Mapa de Calor (Heatmap)

 

– TESTES A/B

É um dos testes mais conhecidos e efetivos.

Esse teste consiste em dividir o tráfego de uma determinada página em 2 versões: a atual e a versão “concorrente”.

A versão desafiante contém modificações que podem ser desde novas cores até alterações nos conteúdos.

A partir disso mede-se qual é a versão que apresenta maior taxa de conversão.

Por exemplo, a mudança na cor de somente um botão simples pode aumentar a taxa de conversão.

Por exemplo, a CTA da nossa homepage tinha 2 botões da cor verde, que é a principal cor da nossa marca. Porém não nos contentamos com os resultados pois nosso principal objetivo era que o visitante entrasse em contato e agendasse um bate papo.

Decidimos então realizar testes trocando as cores do botão, deixando “o de objetivo principal” na cor rosa.

Mantivemos o mesmo conteúdo na página e texto no botão.

Resultado: 21% mais pessoas clicaram no botão rosa do que no botão verde.

 

– MAPA DE CALOR

Heatmap, ou mapa de calor, é uma ferramenta que mostra os pontos mais acessados e clicados pelos visitantes do seu site.

Através dos mapas de calor é possível identificar a usabilidade e analisar o layout, encontrando possíveis problemas e, assim, propiciar a realização de correções certeiras.

Você tem que saber quais seções de sua página de destino irá atrair clientes com maior potencial. É cabeçalho, barra lateral, acima da dobra ou o título?

Para usar o fluxo de pessoas a seu favor, você precisa gerenciar os pontos mais quentes do seu site.

Algumas dicas:

  • Mapeie os processos, faça testes e pesquisas, encontre indicadores e colete os dados;
  • Identifique os problemas e as possibilidades de melhoria do seu layout;
  • Avalie e monitore os resultados para garantir as melhorias;
  • Menos é mais. Elimine distrações do seu layout;
  • Melhorias devem ser feitas de forma gradual e contínua;
  • Faça design voltado para os processos essenciais do projeto.

Conclusão

O que adianta investir em publicidade se as pessoas que visitam o seu site não se cadastram na sua lista? O que adianta trazer tráfego para sua loja virtual se ela não vende os produtos?

A criação de um site deve ir muito além da parte estética (que é importante pois atrai seu cliente). Ele precisa funcionar de verdade e sozinho, ser uma máquina e alcançar os reais objetivos para qual ele foi criado.

É preciso zelar pela harmonia entre beleza estética, questões funcionais, de usabilidade e de conversão.

Design não é apenas o que parece e o que se sente. Design é como funciona.” – Steve Jobs

Espero que esse post tenha te ajudado a olhar seu site de outra forma.

Se ele não estiver convertendo, você já sabe que pode nos procurar! 😉

Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas

 

 

Com a chegada do final do segundo semestre do ano, você já deve ter começado a pensar em ideias para aumentar suas vendas de final desse ano e para o início do próximo, correto? Espero que sim!

Para garantir que as vendas sejam bem sucedidas e, assim, aumentar o seu faturamento é necessário começar seu planejamento o mais cedo possível. 

Para o consultor de marketing do Sebrae São Paulo, Gustavo Carrer, é preciso começar cedo. “Quem começa logo aproveita melhor. Aqueles que chamarem atenção primeiro vão sair na frente”, afirma. 

Um dos principais fatores que precisam/devem/necessitam estar no seu planejamento é o desenvolvimento do design das peças dos materiais de divulgação.

Por que?

Um fator que mostra a importância do design do material e de peças gráficas para vendas é que ela influencia, e muito, na decisão de compra dos clientes.

Lembre-se: “Quem não é visto, não é lembrado”.

Você com certeza já ouviu essa frase e isso é a pura verdade. O design vai transformar sua ideia e sua empresa em “imagem”, para ser vista. O objetivo é claro: guiar os olhos e atrair a atenção dos clientes.

Não são todos as empresas que dão o devido valor ao design na hora de analisar criticamente e planejar o crescimento de suas empresas. Isso porque delegam ao design uma função secundária.

Alguns, até mesmo, acham que trata-se de apenas uma estética, uma forma de embelezar a marca e tornar o seu símbolo um pouco mais lembrado pelos clientes.

Enganam-se.

Muitos estudos sobre a imagem da marca já relacionam um design bem feito com o aumento do faturamento e da visibilidade da empresa.

Ou seja, a identidade visual está fortemente atrelada ao sucesso.

Ainda não está convencido?

Se você estivesse vendo seus e-mails, ou passando pela rua, ou até rolando a timeline das redes sociais e vendo as ofertas de natal ou outra época do ano, qual dessas peças abaixo chamaria mais a sua atenção?

Eu aposto que você escolheu o da direita, estou certa?

Mesmo que o produto ou serviço da empresa da direita fosse melhor, “a primeira impressão é a que fica”, não é mesmo? – Outra frase que você já deve ter ouvido falar e também é a mais pura verdade.

Isso acontece porque é a primeira opinião que nós conseguimos ter. Faz parte do nosso instinto, é natural. Quem nunca julgou um livro pela capa? Ou seja, as vezes a empresa possui um produto ou serviço incrível, porém deixa a desejar no design e acabam perdendo grandes oportunidades de vendas.

Aproveite então, que nem todas as empresas abusam dessa estrategia visual  e veja aqui 10 ideias de peças gráficas para você começar a desenvolver agora mesmo e manter o faturamento em crescimento no último trimestre:

10 ideias de peças gráficas

Promocional:

1. Email Mkt

2. Peças para as redes sociais

3. Banner impresso e online

4. Flyer/Folheto/Folder

Crie essas peças gráficas com seus produtos, serviços, promoções, todas em conjunto. Ou seja, o conteúdo que disparar no e-mail marketing, poste também nas redes sociais, nos banners e materiais impressos para que toda a comunicação da campanha se converse e ganhe um espaço na mente do seu público alvo.

Institucional:

5. Caneta/Pendrive

6. Agenda

7. Mousepad

8. Papel Timbrado / Envelope

9. Pasta Canguru

10. Catálogo/portfolio de produtos

Como nas peças promocionais, faça todas as artes utilizando a mesma comunicação, com o logo, cores e formatos da identidade da marca. Use essas peças tanto para material de apresentação da empresa como também para kits de presentes em datas comemorativas, como os presentes de final de ano. Assim você está nutrindo seu público alvo e quando for vender algo será muito mais fácil, pois eles já terão se identificado com a empresa.

Dê uma espiadinha nesses materiais gráficos que nós criamos para o cliente Metrópole Logística: clicando aqui.  

Divulgação das peças gráficas nas mídias como: Google, Facebook, Email Mkt, Banners para site e outras mídias se faz necessário com um calendário planejado com uma estratégia alinhada em um funil de marketing,

Ou seja: ir cativando seus clientes desde o topo do funil até chegar na decisão de compra no final do funil. Se você ainda não tem um calendário promocional, baixe gratuitamente o nosso:

Hoje em dia está cada vez mais difícil fidelizar o cliente. Então, ajude-os diferenciando sua empresa das outras. Começando pelo design!

Ainda dá tempo! Vamos juntos?

Conheça nossas soluções e saiba como podemos te ajudar:

 Aproveite que nós estamos com um kit promocional.

  

Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas

Uma boa identidade visual te destaca dos concorrentes demonstra profissionalismo, credibilidade e apresenta conceitos e valores da marca da sua empresa.

Sabendo dessa importância, a empresa Metrópole Logística, empresa que oferece serviços de moto frete para empresas, nos contratou para desenvolver todo o material gráfico da sua da empresa.

Trabalhamos em todas as peças os mesmos elementos, mantendo a identidade da empresa, porém mais moderna do que os materiais antigos que eles tinham. Isso é muito importante, pois faz com que as peças “se conversem” e criem uma conexão com o público, onde sempre que ele ver aquelas cores e elementos, ele se lembrará da marca Metrópole Logística.

O resultado: um trabalho de qualidade e excelência (pelo menos a cliente amou!).

Os materiais desenvolvidos foram: Cartão de Visitas, Envelopes, Adesivo, Papel Timbrado, Pasta Canguru, Laminas.

Confira:

Cartão de Visitas

Envelope A4

Envelope Carta

Envelope ‘Vai e Vem’

Papel Timbrado

Pasta Canguru

 

Lâminas

Adesivo

Se você deseja um trabalho que requer um design profissional, recomendamos bastante a contratação de uma empresa especializada. Pode ter certeza que o retorno à médio e longo prazo valerá a pena. 

Aproveite e veja também esse post aqui do blog: Quais as principais características de uma boa marca para aprender mais sobre o assunto 🙂

Agência Mkt Ideas é uma agencia especializada em performance e branding, escolhida por mais de 20 empresas de diferentes segmentos. Portanto, temos expertise e um time de especialistas prontos para te atender e fazer sua empresa decolar. Entre em contato conosco o quanto antes!

Não é a toa que a Metrópole Logística nos contratou mais de uma vez. Deixe-nos fazer parte da história da sua empresa. 🙂

Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas

Sabe quando você está cotando um serviço ou um produto com algumas empresas, marca reuniões e vem uma que, de início você acha que será mais do mesmo e… tchã-nam, ela te mostra uma apresentação bem robusta, bonitona, de fácil leitura e com cases que te atraem do começo ao fim, fazendo com que você não se esqueça dela jamais?

Pois é disso que vamos falar nesse post.

Como já falamos nesse post, convencer um cliente a adquirir um produto ou um serviço de sua empresa passa por estratégias muito subjetivas nas diversas fases do processo de vendas, principalmente no início, em que geralmente você está competindo com um concorrente (e as vezes até mais que um).

Mas existem algumas estratégias para que você domine e encante seu cliente desde o início: Apresentações.

Por que as apresentações?

Antes de mais nada, é importante entender como uma apresentação pode ajudar nos resultados de uma empresa.

Para início de conversa, podemos dizer que, de acordo com algumas pesquisas recentes — como a do site The Next Web —, conteúdos visuais têm uma recepção até 40% melhor do que aqueles apenas textuais. Isso faz com que as páginas que apresentem esse tipo de material também apresentem uma retenção de usuários 42% acima da média.

Interessante, não é mesmo? Mas não para por aí.

Apresentar ideias através de imagens ajuda o público a entender melhor uma mensagem, fazendo com que ela tenha um efeito melhor em sua mente.

As apresentações são poderosos materiais de apoio de venda. Nelas você pode contar sobre a sua empresa, falar sobre suas soluções, mostrar seus trabalhos já realizados e até mostrar dados de pesquisa sobre o mercado, por exemplo. É um material bem completo e pode ser feitas também em etapas, conforme a jornada de compra do seu cliente.

Como desenvolver?

O desenvolvimento de uma apresentação exige muita preparação e empenho, mas, separamos a seguir de forma bem resumida, meeeeesmo, os principais passos seguidos na elaboração para conquistar e chamar a atenção de seus leads. Vamos lá? #TakeaNote #TakeIdeas 🙂

1) [Planejamento] Conheça a sua audiência

Saber ao certo quem é seu persona/público, é de suma importância para entender o que pode ser relevante ou não para ele e como criar a abordagem correta daquele conteúdo.

A ideia é conseguir proximidade para garantir que ele tenha interesse na sua apresentação. 

2) [Conteúdo] Selecione os seus argumentos

Seja da forma que for, caso você apareça com uma longa lista diante dos seus futuros clientes, apresentando motivos para que ele compre de você, é bem provável que eles se percam no meio do caminho.

Portanto, apresente apenas as razões mais importantes, de forma sucinta e, dessa forma, será muito mais persuasivo do que apresentando um turbilhão de informações. Seja claro e direto para que não reste dúvidas quanto ao seu entendimento. Não queremos distrair o seu ouvinte da mensagem principal, mas também não queremos que ele fique perdido no assunto, ok?

Também desafie seus clientes abordando pontos em que seus produtos se destaquem, lançando perguntas como “Quanto tempo você gasta em atividade x” e “você estaria disposto a tentar fazer o seu tempo render mais ao adquirir nosso produto/serviço?” Pode parecer um exemplo simples, mas se bem formulado, funciona muito bem. Você deve estar disposto a provar para aquelas pessoas que sua empresa é a parceira que faltava para sua história de sucesso! “A ideia que faltava”… entendeu!?! #slogandaMktIdeas

3) [Roteiro] Crie um caminho estratégico

Quando for hora de pensar no roteiro de sua apresentação, você deve centrá-lo no seu objetivo.

Se você quer vender mais, por exemplo, todo o foco da sua apresentação deve estar no porquê comprar seu produto seria uma decisão vantajosa. Seu papel é convencer essas pessoas e para isso é preciso saber o que você quer. 

Em uma única apresentação provavelmente não será possível falar de todos o seus objetivos. Então você deve escolher um ângulo que facilite seus objetivos de conversão. Foi o que eu falei no início do post, que você pode fazer suas apresentações em etapas, conforme a jornada do seu cliente.

4) [Design/Arte] Transforme textos em imagens

Atente-se à simplicidade. use recursos visuais para que eles funcionem como auxílio ao entendimento do que está sendo falado. Elimine longos textos de seus slides, eles só devem aparecer quando são essenciais para o que está sendo dito.

Caso precise utilizar textos em suas apresentações, que eles sejam curtos e carreguem “poder” em seu conteúdo. Neste caso, a aposta são as imagens. Mas para que elas cumpram o seu devido papel, elas precisam ter relevância com o a proposta da apresentação. 

O design tem o papel de atrair e auxiliar o entendimento do usuário. Segundo esse post no blog da Bannersnack, os leitores, principalmente na web, esperam ser atraídos visualmente. assim, uma estratégia eficaz de marketing de conteúdo envolverá criação visual, como gráficos, ícones e ilustrações.

Para ser eficaz na transmissão da mensagem desejada, não somente a imagem deve ser útil, mas também esteticamente agradável, impressionante e visualmente alinhada com a marca. Qual é a finalidade da arte em uma capa de revista? Fazer com que o leitor a abra, correto? O mesmo vale para as apresentações.

Gostei! Mas preciso de uma ajuda profissional

Como você pôde ver por aqui, criar apresentações pode ser uma ótima estratégia para aumentar os resultados da sua empresa.

Apresentações e campanhas seguem muitas tendências, já que a nossa sociedade é dinâmica. Dessa maneira, um profissional será de grande auxílio para transmitir a sua mensagem com um visual atrativo, discursos segmentados à  e formas eficazes de abordagem, bem como entender o seu público-alvo.

Cada contato é decisivo para os negócios e por isso é muito importante que você apresente sua empresa com desenvoltura e inteligência para conquistar clientes.

Se você quer que sua apresentação seja impecável, não deixe de entrar em contato conosco e saber de que forma podemos te ajudar! 

 Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas