Posts

 

O marketing digital é um conceito muito amplo, com inúmeras estratégias e combinações de táticas eficientes, usadas sempre com o mesmo objetivo: a conversão.

Conquistar clientes pela internet envolve quase sempre o mesmo caminho:

  1. atrair tráfego,
  2. gerar leads,
  3. nutrí-los, e, por fim,
  4. fechar a venda.

Para atingir o primeiro passo você precisa ser encontrado. E, para ser encontrado, nada melhor do que estar onde as pessoas estão.

Quando falamos de internet, o local mais “habitado”, o canal mais acessado do planeta, é o Google (comprovado pelo ranking Alexa).

Portanto, uma das principais ferramentas para se alcançar sucesso online e gerar receita para uma empresa são os anúncios de links patrocinados do Google Ads.

Se você deseja aumentar a geração de leads e oportunidades para a sua empresa, já deve ter considerado anunciar seu serviço ou produto por lá.

O formato que está em alta hoje em dia é o chamado tráfego orgânico, ou seja, quando as pessoas chegam ao seu site de forma espontânea, sem o uso de anúncios.

Mas, os links patrocinados também são uma ótima opção para atrair o público, e não devem ser descartados.

Neste post você verá:

  • O que são links patrocinados?
  • Por que usar anúncios na sua estratégia?
  • Como funciona o investimento?

O que são links patrocinados?

De forma resumida, podemos dizer que os links patrocinados são anúncios em forma de texto simples que aparecem nos resultados de pesquisa do Google, por exemplo.

No topo dos resultados, aparecem alguns sites em destaque com a identificação de que se tratam de anúncios. Esses são os links patrocinados.

O Google AdWords (agora chamado de Google Ads) é a ferramenta de publicidade do Google que permite criar esses anúncios.

Ela é a ferramenta mais popular e atraente.

Isso porque os links patrocinados da plataforma aparecem conforme as palavras-chave pesquisadas pelo usuário e selecionadas pelo anunciante,

fazendo com que os anúncios sejam mostrados para o usuário no momento exato em que ele está buscando pelo seu produto/serviço,

o que significa que as chances de conversão são muito grandes.

Nada mais assertivo do que mostrar exatamente o que alguém procura no momento em que busca, não é mesmo?

Não preciso nem falar que também é um meio de propaganda mais em conta do que mídias tradicionais (TV, jornal e revistas), né? Pois você paga ao Google apenas as visitas realmente geradas ao seu site (CPC).

Quanto mais específico for a segmentação das campanhas, mais relevante será o alvo e, portanto, maior será a probabilidade de se converter em venda.

Adequando os formatos e linguagens aos objetivos e necessidades do seu negócio, trabalhamos com diferentes estratégias para geração de tráfego para o seu site.

Por que usar anúncios na sua estratégia?

Por um lado, há quem concentre praticamente todo o orçamento de marketing em anúncios.

Por outro, alguns abominam completamente essa estratégia, julgando que ela faz parte dos métodos antigos e ineficientes do marketing e que é hora de dar atenção apenas as táticas orgânicas.

No fim das contas, quem está certo?

O melhor caminho é encontrar o equilíbrio entre as ações de marketing orgânicas e as pagas.

Um profissional de marketing pode dizer “o marketing de conteúdo é um benefício duradouro”. Enquanto outro pode dizer “os anúncios pagos têm escala e podem trazer resultados rápidos e confiáveis”.

Mídias sociais, email marketing, anúncios, blog ajudam a tornar a marca de sua empresa mais conhecida. Tudo é conectado. E integrando todas as ações, seus resultados são maximizados.

Muitos empresários procuram profissionais e agências qualificadas e certificadas para investir no Google Ads. A grande vantagem dessa estratégia é que você economiza tempo e acelera seus resultados.

Em geral, a estimativa de conversão depende muito do ramo de atuação do cliente e tipo de campanha. Mas se a cada 10 cliques, for conquistado 1 cliente, a campanha já terá sido bem rentável.

Se a empresa estiver pagando, por exemplo:

1 real por clique (valor ilustrativo), terá pago apenas 10 reais para conquistar 1 novo cliente.

Fica muito barato anunciar assim. Nenhum veículo de mídia tradicional é capaz de trazer tanto retorno.

Existem caso de clientes que em menos de 30 dias já conseguiram ter retorno do investimento e margem de lucro significativo para sua empresa, com cerca de 200 a 300 visitas por dia.

O orçamento também é uma vantagem. Não existe valor mínimo a ser pago em qualquer campanha e a empresa decide o quanto quer investir. Porém, aconselhamos um valor médio estipulado por dia para que a campanha possa rodar sem se esgotar na metade do dia e para que tenha um resultado mensurável.

Existem outros formatos de anúncios disponíveis no Google Ads, além da Rede de Pesquisa. Eles podem ser exibidos em forma de banner e vídeos, em áreas especiais e de visibilidade em diversos sites parceiros do Google.

Como funciona o investimento?

Uma das formas mais comuns de investimento é o Custo Por Clique (CPC), quando a empresa só paga quando o usuário clicar no link do anúncio.

O custo por clique é definido em um leilão de palavras, em que o anunciante entra na concorrência da compra da palavra-chave pretendida para o segmento (exemplo: tênis de corrida).

O valor a ser pago pelo clique depende ainda do número de empresas que estão competindo pela mesma palavra chave. Quanto maior a concorrência, maior o custo da palavra, mas isso varia muito a cada segmento de mercado.

 

O segundo fator que determina o preço a ser pago por clique é a qualidade do anúncio, que é avaliado pelo Google conforme a palavra-chave e a página de destino (site) do anúncio, ou seja, quanto mais útil for o anúncio para o usuário, maior a pontuação no quesito qualidade.

A qualidade é um fator independente do valor a ser investido, por isso é uma oportunidade para o anunciante de melhorar o posicionamento do seu anúncio mesmo não pagando o custo máximo por clique.

É possível ainda segmentar o anúncio, para aparecer somente nas buscas escolhidas pelo anunciante por região geográfica, palavra-chave, canal, dispositivo (mobile, por exemplo), interesse e remarketing.

O Google Ads é a maneira mais barata de aumentar o tráfego do site e vendas pela internet a curto prazo,

com total controle dos custos, retorno totalmente mensurável, agilidade, segmentação e alcance imediato.

O resultado final é um site que tenha milhares de visitas por dia, mês ou ano.

Como já disse, para iniciar, recomendamos um valor de investimento confortável, o qual aplicar consistentemente nos próximos meses.

Descontando algumas variáveis, quanto maior o investimento, maior a quantidade de leads gerados.

Acompanhe os resultados

Além da criação, a administração e otimização das campanhas se fazem necessárias. As mídias pagas estão sempre mudando.

O lance do CPC aumenta, concorrentes estão sempre presentes, novos formatos sempre aparecem e, se não estiver atualizado, você pode estar perdendo resultados pelos novos updates.

Não vamos negar que é fácil se perder em meio a quantidade de métricas que o Google Ads proporciona. Isso sem considerar as que podemos analisar no Google Analytics, se este estiver integrado com o Ads.

É comum conversarmos com clientes que abandonaram o monitoramento das campanhas após criarem uma por se sentirem paralisados diante da interface da plataforma.

Nossa maior dica é manter o foco nas métricas de sucesso da sua campanha: aquelas que você definiu ao montar a sua estratégia.

Destacamos duas métricas importantes em campanhas de geração de leads: CTR = Impressões vs Cliques vs Conversões.

Para melhorar uma das métricas, é preciso buscar possíveis razões para a situação atual e fazer otimizações.

Assim como é importante manter as campanhas contínuas para ter histórico, índice de qualidade e relevância, é importante realizar experimentos, como testar cores de botão e trocar ou refazer os textos ou palavras chave.

É extremamente importante ter controle do desempenho das alterações feitas na campanha. Recomendamos cerca de um mês de acompanhamento para avaliar o impacto de cada ação.

Nunca abandone suas campanhas enquanto estiverem rodando. Garanta que o investimento da sua empresa em anúncios no Google retorne Leads qualificados.

 

Conclusão

É preciso ter em mente que os anúncios no Google não fecham venda por si só.

Depois de atrair os leads corretos e realizar estratégias de Nutrição por email, o Remarketing e vendas Inbound são definidoras no fechamento de novos negócios.

O ideal é usar o Google Ads como um dos canais de atração e aquisição de tráfego de retorno rápido e eficaz, principalmente no início de uma campanha de marketing digital, onde seu apoio é fundamental.

O ideal é usar o Google Ads

Agora que você sabe como funciona o Google Ads e todas as vantagens que ele oferece, é hora de começar a anunciar para escalar seu negócio.

Na hora de escolher seu parceiro no desenvolvimento dos anúncios, conte com agências e profissionais certificados no Google Partners, como é o caso da agência Mkt Ideas.

Com o certificado, é possível comprovar o domínio da plataforma e trazer segurança e credibilidade para quem pretende anunciar.

Se você está sério em iniciar esse trabalho, conte conosco:

A agência Mkt Ideas é uma agencia especializada em performance e branding, escolhida por mais de 20 empresas de diferentes segmentos.

Portanto, temos expertise e um time de especialistas prontos para te atender e fazer sua empresa decolar.

 

Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedIn para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas

 

Você seguiu todos os conselhos, fez uma logo para sua empresa, desenvolveu materiais gráficos, criou um site com boa navegação, design e usabilidade (como manda esse artigo aqui), mas ainda assim não obteve a audiência esperada?

Talvez você tenha esquecido de cuidar do marketing.

Mais de 70% dos grandes especialistas apontam que usar o marketing de conteúdo é uma das melhores formas de conseguir clientes.

Bem, isso é um fato.

Através do conteúdo postado nesse blog eu consegui atrair você.

Graças à internet e ao tio Google, a nossa vida mudou. E quando a vida das pessoas muda, os negócios mudam também.

Um paciente pode ir munido de informações para discutir com seu médico o melhor tratamento, por exemplo. E nós fazemos isto em graus diferentes, seja em busca de um novo produto ou serviço ou do melhor tratamento.

A produção de conteúdo, além de educar o mercado, gerar valor e posicionar a sua empresa como autoridade em sua área de atuação. Funciona como isca: ajuda o marketing a atrair visitantes para perto.

Se você conhece a metodologia Inbound Marketing (conhecida como Marketing da Atração), a 1° etapa de um bom modelo é a Atração de possíveis clientes para o seu negócio.

Nessa etapa, você irá produzir textos e materiais (conteúdo) que vão atrair o seu público alvo, para que, em uma 2° etapa, ele deixe informações de contato depois de interagir com seu site, com seu material ou sua página nas redes sociais.

Mas essa parte da captação dos dados do seu público, como disse, entra na 2° etapa do Inbound Marketing – o da Conversão. E nós vamos falar sobre isso mais pra frente.

Então vamos primeiro as formas de atrair mais clientes para o seu site:

BLOG

Alimente o seu site com conteúdo original constantemente.

Quando o site incorpora regularmente novos conteúdos, ele se torna mais atraente para os sistemas de busca e, claro, para os visitantes.

Os textos do blog vão circular pela internet e pelos sites de pesquisa, fazendo com que o tráfego do seu site aumente e, consequentemente, o número de pessoas que vão entrar em contato com seus produtos e com sua marca também.

Além de mostrar a sua especialidade e se tornar autoridade no assunto, a criação de novos conteúdos por meio de blogs oferece outra excelente forma de introduzir e reforçar as palavras-chave do seu negócio, aumentando a visibilidade em buscadores de forma orgânica/natural (SEO).

Esse conteúdo será indexado pelo Google e outros buscadores e, quando as pessoas forem buscar por esse tema, irão encontrar seu conteúdo. Capiche?

O blog realmente tem um poder gigantesco para atrair visitantes ao seu negócio, porém muitas empresas não o usam da forma correta.

Quando digo usar de forma correta, falo em publicar regularmente um conteúdo tão relevante ao seu público, que faça com ele seja atraído e tenha interesse em consumi-lo.

Nós aprofundamos mais sobre o tema e citamos algumas dicas nesse artigo: Ter um blog dá resultado? Sim, mas só depende de você.

ISCAS DIGITAIS

Crie materiais ricos com temas relevantes ao seu público.

Nós chamamos de Iscas Digitais aqueles materiais que possuem um conteúdo muito rico, de alto valor.

Esses materiais podem ser: ebooks, webinars, vídeos, apresentações, templates e infográficos, por exemplo.

É uma excelente ideia para aqueles que trabalham com temas que exigem conhecimentos e criam questionamentos para os usuários. #TakeaNote #TakeIdeas

Portanto, faça um material informativo bem interessante, que realmente inspire as pessoas a clicarem no seu site.

Esses materiais aqui são ótimos exemplos de Iscas Digitais. Confira! #TakeIdeas

MÍDIAS SOCIAIS

Gerencie as redes sociais como fonte de tráfego ao seu site

Atualmente, pessoas de todos os perfis passam um tempo considerável nas redes sociais, principalmente no Facebook.

Nas redes, eles buscam contatos pessoais e profissionais, conteúdos interessantes e até o fechamento de negócios.

Com todas essas oportunidades reunidas, criar conteúdos que provoquem seu público a compartilhar e participar deles pode ser uma grande forma de alcançar pessoas que jamais ouviram falar da sua empresa, mas que tenham interesse na possibilidade de fazer negócios com você.

Portanto, divulgue os conteúdos do seu blog, materiais e iscas digitais nas redes sociais adequadas ao seu negócio, como o Facebook, LinkedIn, Instagram, Twitter e Youtube.

Se ainda não está convencido, leia: Por que sua empresa deve estar nas redes sociais?

Agora, se você está e sua dúvida é outra, leia: Minha empresa precisa estar em todas as redes sociais?

MÍDIAS PAGAS (anúncios)

Anuncie e consiga tráfego de forma rápida e eficaz.

As formas pagas costumam trazer um retorno quase imediato, ou seja, uma vez que você começa a investir, eles começam a aparecer. Simples assim.

Nós sempre sugerimos aos nossos clientes anunciar, pois as mídias gratuitas costumam ser uma forma de divulgação com retorno mais a longo prazo. Leva algum tempo para trazer resultado.

Já a mídia paga, é o contrário. O que ela faz é facilitar o alcance dos resultados da empresa e ainda oferecer mais precisão na definição do público. Dessa forma, você verá os resultados esperados com muito mais rapidez e eficácia.

Mas é claro que uma estratégia não invalida a outra. É possível e é saudável para o negócio conciliar as ações orgânicas e pagas na web. (Até porque, gerar conteúdo no blog e nos materiais é uma estratégia orgânica.)

Embora as mídias pagas gerem retorno rápido, elas não costumam gerar um relacionamento com resultados duradouros sozinha, mas sim imediatos. Já as mídias orgânicas, que trazem resultados a longo prazo, são mais consistentes e sustentáveis. Por isso, trabalhar com as duas formas juntas é o ideal. Inclusive já debatemos sobre esse assunto nesse post aqui.

Dentre as formas pagas no formato online, temos os anúncios no Google e nas redes sociais, como o Facebook.

Inclusive, se você já estiver anunciando no Facebook, sugiro a leitura do eBook gratuito abaixo:

Conclusão

Crie conteúdo (blog, iscas digitais) para atrair visitas de forma orgânica/grátis/natural;

Divulgue-os nas redes sociais para atrair visitantes pro site;

Anuncie no Google e/ou nas redes sociais para potencializar o alcance do seu público alvo.

Como ficou claro até aqui, a base da atração de clientes é entender o seu público e criar conteúdos que chamem a atenção dele.

​Como diz Conrado Adolpho:

“a melhor forma de encontrar o seu cliente é ser encontrado por ele”.

Os visitantes atraídos no seu site tendem a se tornarem fiéis à sua empresa, o que faz com que você crie um belo grupo de visitantes que tendem a gerar mais a partir das infinitas formas de compartilhamento de conteúdos.

Então, se o seu objetivo é escalar a sua empresa, garantir negócios mais eficazes e ainda garantir um aumento da força da marca e do nome dos seus produtos e serviços, criar um plano para atrair prováveis clientes é a receita de sucesso para você.

Se estiver sério em saber mais e como podemos ajudar, conte conosco! 

 

Agora que você já sabe como atrair os visitantes, vamos à 2° etapa para convertê-los em leads? Conheça essas 3 estratégias infalíveis para gerar leads pro seu negócio.

Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas