Arquivo para Tag: design

Seu site vende?

Quando pergunto se o seu site vende, não estou me referindo apenas a transações financeiras diretas, como as realizada em uma loja virtual. Me refiro sobre a capacidade do seu site de transformar visitantes em clientes e leads.

Você já parou para pensar que a taxa de conversão de uma ação em seu site está diretamente relacionada ao seu design?

Assim como já falamos aqui sobre criar um blog focado em resultados, para alcançar sucesso na projeção de um site é fundamental entender como podemos usar o design a nosso favor, criando layouts que realmente alcancem seus objetivos e que resultem em conversões.

Muito mais do que apenas garantir beleza e usabilidade, o design é uma ferramenta poderosa capaz de gerar resultados significativos, como mais leads, vendas, visitas e … lucros!

Estudos mostram que nossas reações imediatas tem um impacto duradouro sobre a forma como nos sentimos em relação ao site e ao negócio por trás deles. Poucos segundos após o carregamento inicial, seus visitantes já formaram uma opinião sobre o site. Se eles o acham inteligente, engraçado, profissional, acessível, útil, competente e confiável – repito: tudo isso em pouquíssimos segundos.

De acordo com um estudo da Universidade de Stanford, o design do site é o fator mais importante para determinar a confiabilidade de um site aos olhos dos usuários. Além disso, segundo a Forrester Research, um bom design de UX e UI pode aumentar a taxa de conversão do seu site em até 400%. Essa primeira impressão depende de muitos fatores: estrutura, cores, espaçamento, simetria, quantidade de texto, fontes e outros.

Portanto, neste artigo iremos relevar como um design focado em conversão pode nos ajudar a potencializar os resultados das suas páginas, aumentando a sua audiência e as suas vendas. Tenho certeza de que, ao concluir a leitura, seu site não será mais o mesmo 🙂

Agora, se você ainda não tem nem visitantes no site, confira este artigo: 4 ações que você precisa fazer para atrair mais visitas.

 

Design focado em conversão: o que é?

É o design focado em resultados. É o design focado em atingir os objetivos de marketing.

Esses objetivos podem ser:

  • Mais visitas
  • Maior volume de leads
  • Mais ligações de clientes
  • Mais vendas
  • Mais cadastros no blog

Isso implica em desenvolver um layout onde o principal objetivo seja potencializar o poder de decisão do usuário, conduzindo-o na execução de ações específicas (como as que citei acima) por meio de um design atrativo e o uso de gatilhos mentais, tudo com o propósito de aumentar as conversões

E como conseguir incentivar um visitante a completar seus objetivos de conversão por meio do design?

Ao projetar um layout, não basta apenas considerar a estética visual. É crucial garantir que o design desempenhe sua função principal: ser funcional. Um design eficaz evita que o usuário procrastine em suas decisões, reduzindo a probabilidade dele abandonar o seu site ou de realizar ações nos sites dos concorrentes

O design para conversão motiva, incentiva e direciona o usuário para ações planejadas na interface, minimizando distrações. Ele é focado na experiência do usuário (UX) e na sua interface (UI), combinando usabilidade, arquitetura da informação, navegabilidade e acessibilidade, com elementos estéticos e princípios de neuromarketing, para influenciar o comportamento do visitante e alcançar os objetivos do site.

 

💡 Leia também:

.

Design focado em conversão: por que é importante?

Com o avanço do marketing digital, das vendas pela internet e das oportunidades de negócio nesse meio, criar um design centrado na conversão se tornou essencial para o sucesso das empresas. Afinal, o design e marketing se complementam, potencializando os resultados um do outro.

De nada adianta investir em anúncios no Google, por exemplo, e atrair vários visitantes qualificados se seu site não atrai, não interage, não vende, não funciona adequadamente?

Não se pode criar um site somente “bonito” e deixá-lo no ar torcendo para que os visitantes realizem as ações desejadas. O custo e a concorrência para gerar tráfego para sites, blogs, lojas virtuais e landing page estão cada vez maiores. Portanto, é crucial aproveitar ao máximo cada visita, incentivando os visitantes a realizar as ações desejadas, e se transformarem em clientes ou leads.

O que precisa ficar claro é que um bom design faz o seu conteúdo se destacar. Mesmo que seja um conteúdo textual, um design bem elaborado desperta o interesse do leitor.

Joseph Kalinowski, diretor criativo na Content Marketing Institute, afirma que ter um design fraco ou de mau gosto pode fazer com que o seu conteúdo seja ignorado ou se perca no feed.

Joe Pulizzi, fundador da Content Marketing Institute, tem uma opinião bem parecida, afirmando que se o design não gera engajamento ou chama atenção, o seu conteúdo pode nunca ser lido.

Neil Patel, co-fundador da Crazy Egg e da Hello Bar, enfatiza que é mais fácil transmitir uma mensagem através de design e imagens, o que vai gerar mais tráfego e mais compartilhamentos.

Faz sentido né? Por isso design, usabilidade e conversão andam lado a lado. Mais alguns dados que comprovam a importância do design focado em conversão:

  • 92% das pessoas consideram sites bem projetados mais confiáveis (fonte)
  • Melhorias no design aumentam muito a taxa de conversão de um site
  • 94% das primeiras impressões sobre um site são relacionadas ao design (fonte)
  • 94% das pessoas provavelmente permanecerão mais tempo em sites com web design atraente (fonte)
  • Empresas que investiram na melhoria no design tiveram aumento de lucratividade
  • 38% dos usuários abandonam sites com layouts pouco atraentes (fonte)
  • 42% dos compradores online baseiam a sua opinião sobre um website através do seu design (fonte)
  • 90% das informações assimiladas pelos cérebro são visuais (fonte
  • Os consumidores passam 10% mais tempo olhando as imagens de um site do que lendo textos (fonte)
  • Para as primeiras impressões, o apelo visual supera até a usabilidade (fonte

Seus visitantes estão em busca de soluções eficazes desde o primeiro momento em que acessam seu site, começando pela sua apresentação. Mesmo que o conteúdo seja completo e relevante, a maioria das pessoas ignora páginas que não são visualmente atrativas, intuitivas ou fáceis de navegar.

Participantes deste estudo, apontaram que a maioria das críticas negativas eram sobre o site ser:

  • Complexo
  • Falta de auxílios à navegação
  • Mal uso das cores
  • Anúncios pop-up
  • Lentidão
  • Letras pequenas
  • Muito texto
  • Aparência corporativa
  • Recursos de pesquisa ruins

Conclusão importante: um ótimo design faz com que as pessoas confiem em você e permaneçam. Um design deficiente cria desconfiança e faz as pessoas irem embora.

Convencido? Agora veja como aplicar:

 

Design focado em conversão: como aplicar?

Separamos alguns itens essenciais na projeção de um site focado em conversão. Vamos lá:

1. Primeira tela: mantenha os elementos importantes

Uma das práticas mais comuns é o conceito de “above the fold”. Ou seja, a primeira tela do seu site que o usuário vê antes de rolar a página. Por isso, a primeira maneira de melhorar a conversão do seu site se atentar ao design da área na 1º dobra.

Em outras palavras, isso significa que, ao abrir o site no navegador do usuário, as informações mais importantes devem estar visíveis na tela, sem a necessidade de rolar para baixo. Ela é a sua “vitrine”.

As pessoas mergulham no conteúdo abaixo da 1º dobra/tela apenas se acharem o conteúdo acima da dobra atraente o suficiente. E mesmo assim, a maior parte do tempo do usuário é gasta acima da dobra, como mostra este estudo de rastreamento ocular de Jakob Nielsen:

acima da dobra

 

Por isso, mantenha elementos e chamadas importantes na 1º dobra da home do site.

Explore banners, vídeos, botões calls to action e/ou formulários:

Site desenvolvido pela Mkt Ideas

 

2. Botões CTAs: chame seus visitantes para ação

Quando o assunto é conversão online, é imprescindível que você crie ações que chamem a atenção do visitante, de forma que ele seja estimulado a decidir a favor do fechamento da compra.

As chamadas para ação (CTAs) existem por um motivo: solicitar aos visitantes que realizem algum tipo de ação enquanto estiverem em seu site.

Se o seu CTA não for atraente e não se destacar, seus visitantes podem não notá-lo e, consequentemente, não realizar a ação desejada. Assim, você pode entender o quanto destacar o botão do CTA é importante e pode certamente ajudá-lo a obter melhores resultados.

Em geral, existem três maneiras de fazer seu CTA se destacar:

  • Escolher a cor certa para o botão, criando um contraste em relação às cores da sua página (exemplo no item anterior)
  • Criar banners para as CTAs, com textos copywritting (exemplo abaixo)

 

Use-o no meio ou no final de cada página do site. Afinal, todas as páginas possuem um objetivo e um próximo passo para o visitante, não é mesmo?

Nos textos que acompanham um CTA, deve ficar claro que o visitante receberá algo que ele gostará, como uma ferramenta útil, um conteúdo de qualidade ou até mesmo uma oferta ou desconto em um produto ou serviço:

 

 

Muuuuitas empresas não aproveitam o espaço da sidebar do blog (lateral dos posts) e o blog é a página mais acessada do site. Portanto, aproveite a oportunidade de criar chamadas para ação e atrair mais contatos para o seu negócio, conforme a imagem acima. Veja o nosso blog para se inspirar: https://agenciamktideas.com/blog/

 

3. Contraste e Cores: escolha as cores certas

A escolha das cores sempre desempenhou um papel importante no design e no marketing, e muitos estudos mostram uma estreita correlação entre as cores e as decisões de compra.

As cores têm o poder de provocar reações em nosso cérebro e influenciam nossas escolhas e ações. As cores têm significados. Essa interação é o cerne da Psicologia das Cores, campo que estuda a a influência emocional que as cores tem em nosso comportamento.

Psicologia das Cores permitir prever como seus clientes respondem as suas mensagens de marketing com base na cor utilizada em suas mensagens, botões de conversão e links.

De acordo com um estudo do Institute for Color Research, entre 62% e 90% da avaliação inicial que as pessoas fazem sobre um ambiente ou produto é baseada apenas na cor. Além disso, a pesquisa da Kissmetrics revela que 52% dos visitantes de um site não retornariam se achassem as cores e a estética geral pouco atraentes.

Ao projetar seu site, escolha combinações de cores atraentes que estejam alinhadas com a imagem da sua marca e evoquem o clima que você deseja que seus clientes experimentem quando visitarem seu site.

Abaixo listamos algumas cores e quais influências psicológicas elas provocam:

  • Vermelho: Energia, aumenta a frequência cardíaca e cria a sensação de urgência. É uma cor apelativa, que faz com que quem a visualize queira imediatamente resolver aquilo que incomoda. Frequentemente usado durante as promoções.
  • Laranja: Agressividade, cria uma “chamada para ação”. O laranja é uma cor derivada do vermelho. Assim, campanhas e marcas que desejam estimular a energia podem utilizá-la.
  • Amarelo: Sugere cautela, parada e atenção. Frequentemente utilizado nas vitrines para chamar atenção dos consumidores.
  • Verde: Sensações de segurança, solidez, renovação e tranquilidade. Não é à toa que hospitais, clínicas e laboratórios fazem uso dessa cor em seus logotipos. O mesmo vale para produtos que queiram passar a sensação do frescor, como pastas de dentes e aromatizadores de ar.
  • Azul: Gera confiança, segurança e seriedade.Frequentemente é utilizado em bancos e negócios.
  • Roxo: Remetem ao mistério, espiritualidade, paz, sensualidade, sabedoria e à realeza. Geralmente é visto em produtos de beleza ou anti-idade.
  • Rosa: Romântico, inocente e feminino. Usado no marketing de produtos voltados para mulheres e meninas.
  • Preto: Imponente, sério e poderoso, remete a curiosidade, incerteza e mistério. Usado para produtos do mercado de luxo. Quando utilizada como a cor de fundo de um site, os botões com cores claras e fortes ganham bastante destaque.
  • Cinza: Remete ao progresso, tecnologia e futuro. É comum encontrar empresas destes segmentos que utilizem a cor em seus mais variados canais.

Isso pode ajudá-lo a seguir um caminho de cores e agregar valor a uma mensagem que o site queira passar.

Mas, não vá usar várias cores diferentes juntas e fazer do seu site um carnaval, que não vai funcionar e, ao contrário, irá confundir a mente do usuário. Uma dica é explorar a roda das cores para contrastar cores quentes com cores frias para ter um destaque maior em sua call to action (chamada para ação).

 

 

Sugerir onde clicar pode ser uma good idea quando algumas pessoas precisam de um empurrãozinho, pois quanto mais escolhas disponíveis, menores as chances de uma decisão. Sendo assim, tente enfatizar e destacar certas opções de escolhas.

70% dos sites de empresas B2B não têm chamadas claras para a ação. Ter um botão que chame atenção, um pouco mais chamativo e distinto dos elementos que o cercam, tornará sua interface mais chamativa e pode fazer muita diferença na sua taxa de conversão.

 

4. Imagens, Elementos e Ícones: deixe-o mais dinâmico

Sabe aquele monte de texto, que tem bastante importância, mas que o usuário não lê por preguiça?

A inclusão de imagens, fotografias e elementos facilitar a leitura e a identificação dos textos para o usuário. Além de ter o poder de equilibrar interfaces discretas e minimalistas

Utilizar as imagens certas no seu site pode aumentar consideravelmente a taxa de conversão, por diferentes motivos. Por exemplo: uma figura positiva, como a de uma pessoa sorrindo ou uma criança brincando, pode evocar sentimentos de felicidade e alegria no cliente, estabelecendo laços emocionais com a marca.

Muitas pessoas compram algo por razões emocionais, e essa identificação criada entre consumidor e empresa por meio dos sentimentos despertados, facilita o processo de compra.

 

Psicologia das cores emoções

 

Além disso, as formas geométricas utilizadas ao longo de seu site também são capazes de transmitir determinados sentimentos:

  • Quadrados e retângulos: Denotam objetividade, racionalidade e igualdade, inspirando confiança, segurança e estabilidade na marca.
  • Círculos: Com sua forma curvilínea, os círculos promovem a ideia de movimento contínuo, de infinito, de abundância, atemporalidade e plenitude.
  • Triângulos: Muito utilizados em contextos religiosos, indicam energia, vigor, direção e espiritualidade. Também evocam crescimento, equilíbrio, harmonia e proporcionalidade.

Ao escolher imagens, elementos e ícones para o seu site, leve em consideração não apenas a estética, mas também a mensagem emocional que eles transmitem. Esses elementos visuais desempenham um papel crucial na criação de uma experiência envolvente para o usuário e podem influenciar significativamente sua decisão de interagir com sua marca ou realizar uma compra.

5. Facilidade e Simplicidade: minimize as escolhas

Menos é mais. Uma mente confusa não toma decisão alguma. Ou seja, quanto menos opções você dá para seu cliente, menos confuso ele fica e mais fácil é de converter.

Esse conceito é especialmente importante na página inicial do seu site ou em suas landing pages.

Quanto menos elementos você incluir, menos você está concorrendo pela atenção do usuário. Dessa forma, aquele elemento principal que você quer destacar, seja um formulário de contato ou uma promoção, precisa estar em evidência não só entre os outros elementos, mas entre o menor número de elementos possíveis.

Em vez de tentar sobrecarregar uma página com todas as informações possíveis, concentre-se no essencial para que a taxa de conversão se torne maior.

 

6. Direcionamento: facilite a navegação

O direcionamento no design se resume basicamente em indicações visuais que orientam o usuário para uma área de foco.

Essas indicações ajudam a guiar os visitantes em direção às ações desejadas, deixando claro o propósito da página assim que elas a visualizam.

Podem ser representadas por setas, imagens de pessoas olhando para direção específica, caminhos, estradas e outras formas que direcionam o olhar do visitante para um determinado lugar.

O olho humano tende naturalmente a seguir essas direções visuais, facilitando a navegação e a compreensão da estrutura da página.

 

Psicologia das cores CTA

 

7. Diagramação UX e UI: design para experiência do usuário

A diagramação em uma estrutura UX (User Experience ou Experiência do Usuário) e UI (User Interface ou Interface do Usuário) representa o conjunto da obra.

A disposição dos elementos, cores e e textos conta muito, então é necessário deixar tudo o mais harmônico possível e de fácil compreensão para o público. Use a hierarquia visual para enfatizar sua mensagem. Dê destaque aos elementos importantes, como o campo de buscas no topo do site, por exemplo.

Você já percebeu que landing pages ou páginas de vendas só possuem 1 coluna?

Isso se deve ao fato de que, quando o objetivo de uma página é totalmente voltado para a conversão, manter uma única coluna proporciona mais controle sobre a narrativa, guiando os leitores de forma mais direta.

Novamente, menos é mais. O layout com várias colunas corre o risco de distrair os leitores do propósito central de uma página. Foi o que abordamos em simplicidade e facilidade. Quanto menos elementos você coloca, menos você está concorrendo pela atenção do usuário.

No entanto, se sua página for longa, recomentamos repetir a chamada para ação (CTA) em diferentes partes ao invés de mostrá-la uma vez só. Quando as pessoas chegam ao final da página, elas param e pensam sobre o que fazer em seguida – e este é um momento crucial para fazer uma oferta ou fechar um negócio. Elas aguardam seu empurrãozinho, um incentivo sobre o que fazer. Basta você ajudar 😉 #TakeIdea

 

Está gostando do conteúdo? Aproveite e faça como os 5.347 inscritos: assine grátis nossa newsletter e faça parte da nossa lista VIP:

 

8. Estrutura AIDA: acompanhanhe a jornada do usuário

Você já deve conhecer o acrônimo de AIDA. Para aqueles que não sabem ainda, AIDA significa Atenção, Interesse, Desejo e Ação.

São as 4 fases, muito utilizada na publicidade, que todo cliente deve passar antes de tomar uma decisão de compra. E isso também se aplica na criação do design do site.

1. Atenção: Atraia a atenção do visitante assim que ele acessar o seu site

2. Interesse: Mantenha seu cliente interessado com um design atrativo e navegação intuitiva

3. Desejo: Use imagens e cores que despertem o desejo do cliente seguir em frente

4. Ação: Deixe sempre bem claro qual o próximo passo necessário para a conversão (ex: call to action e direcionamentos)

O visitante médio do site tem um tempo de atenção de 8 segundos e você precisa fazer com que cada segundo conte.

 

Bônus: Realize Testes em seus layouts

Não tente implementar tudo de uma vez. Dê um passo de cada vez e execute testes para identificar o que está impactando suas conversões.

Se você não está acostumado a realizar testes, está definitivamente desperdiçando seu dinheiro. Boa parte do sucesso, de qualquer ação da sua empresa, está nos testes.

Às vezes você cria algo legal, harmonioso, funcional, mas que não converte. Por isso é muito importante realizar testes. Não se pode criar uma interface e não acompanhar o seu desempenho.

Os testes vão te permitir compreender a maneira como seu público se comporta diante dos elementos de design que estão utilizando em seu site, bem como sua diagramação e estrutura.

Selecionei abaixo alguns testes que usamos:

  • Teste A/B
  • Mapa de Calor

 

    •     TESTES A/B

É um dos testes mais conhecidos e efetivos. Ele consiste em dividir o tráfego de uma determinada página em 2 versões: a atual e a versão “teste”.

Psicologia das cores teste ab

 

A versão “teste” contém modificações que podem ser desde novas cores, vídeos, imagens, conteúdos, formulários, etc, até testes de posicionamentos. A partir disso mede-se qual é a versão que apresenta maior taxa de conversão.

Por exemplo, a CTA da nossa página inicial tinha 2 botões da cor verde, que é a principal cor da nossa marca. Porém não nos contentamos com os resultados pois nosso principal objetivo era que o visitante entrasse em contato e agendasse um bate papo.

Decidimos então realizar testes trocando as cores do botão, deixando “o de objetivo principal” na cor rosa, que é mais chamativa.

Mantivemos o mesmo conteúdo na página e texto no botão.

Resultado: aumento de 21% de cliques em “agendar um bate papo”.

 

    •      MAPA DE CALOR

Heatmap, ou mapa de calor, é uma ferramenta que revela os pontos mais acessados e clicados pelos visitantes do seu site.

Ao analisar esses mapas, é possível identificar padrões de usabilidade e entender quais seções do seu site atraem visitantes com maior potencial de conversão. É cabeçalho, barra lateral, acima da dobra ou o título?

Dessa forma, é possível identificar quais elementos específicos estão recebendo mais atenção e ajustar sua estratégia de design de acordo. Compreender onde os visitantes estão concentrando sua atenção pode ajudá-lo a otimizar essas áreas para melhorar a experiência do usuário e aumentar as taxas de conversão.

 

Psicologia das cores mapa padrão F

Ao observar essa imagem, você pode notar que quando os visitantes navegam por determinados sites, eles vão primeiro analisar e fazer a leitura da esquerda para a direita. Como um profissional de marketing esperto, você pode aumentar sua taxa de conversão se baseando no padrão em forma de F, concentrando sua atenção principalmente nas áreas superiores e à esquerda da página.

Como dica do item 4, “direcionamento”, veja esse case abaixo. Existe um aumento na fixação no texto quando o olhar do bebê se vira para ele.

Por isso, faça testes e veja como os elementos afetam sua conversão.

 

Há uma infinidade de técnicas e estratégias de design que podem não só deixar o seu site mais atrativo, bonito e confiável, mas também mais rentável.

Aliás, como estratégia de conversão, pense em ter no seu site um blog e landing pages. Recomendo a leitura: Ter um blog dá resultados? Sim, mas só depende de você.

 

Pronto para um Site focado em conversão?

Como você pôde perceber, nenhum aspecto do design do seu site deve ser pensado aleatoriamente. Desde a escolha das cores até a definição da diagramação, você deve determinar cuidadosamente cada detalhe de forma analítica.

Um grande número de sites é criado com base no que parece bom, em vez de focar na funcionalidade e no potencial do design que converte para aumentar as conversões, o que levanta uma questão importante: o que adianta investir em publicidade se os visitantes do seu site não se cadastram na sua lista? O que adianta trazer tráfego para sua loja virtual se ela não vende os produtos?

A construção de um site deve transcender a parte estética. Ele precisa funcionar de verdade e sozinho, ser uma máquina e alcançar os reais objetivos para qual ele foi criado. É essencial harmonizar a beleza estética com questões funcionais, de usabilidade e de conversão.

Aqui na Mkt Ideas, contamos com um time de desenvolvedores especializados em sites focados na conversão. Para isso, usamos as melhores estratégias de design, UX Design e SEO para que seu site traga o melhor resultado para sua empresa. Temos vários casos de sucesso de clientes que alcançaram resultados positivos com nossas propostas e estratégias de design de site focadas em conversão. E se você também quer melhorar sua presença online, entre em contato conosco. Vamos fazer seu site se tornar uma referência na sua área!

“Design é transformar ideias complexas em simples soluções.

Lembre-se de que o design do seu site deve priorizar os usuários (Users First). Criar um site esteticamente agradável que facilite a ação dos visitantes aumentará suas conversões rapidamente.

Espero que esse artigo tenha te ajudado a olhar seu site de outra forma.

Se precisar de mais orientação, participe de nosso diagnóstico gratuito de design, usando o cupom PROMO5. Tenho certeza que conseguiremos gerar muitas ideias de melhorias para ajudar de forma individual e personalizada a potencializar os seus resultados! Aproveite, pois as vagas são limitadas:

 

Continue nos acompanhando nos melhores canais para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio:

  facebook  instagram  blog  grupo do whatsapp  youtube  linkedin

#TakeaNote #TakeIdeas

 

 

Vamos trocar uma ideia?


.

5 benefícios do design para melhorar a sua empresa

5 Materiais gráficos que toda empresa deve ter

Por que materiais gráficos podem dobrar suas vendas?

Conheça Os Produtos Gráficos Mais Vendidos E Atinja Mais Lucros!

 

Quando pensa em design, o que vem à sua mente? Cores, formas, imagens e fotografias? Pois bem, design é isso, mas também é muito mais quando falamos da sua importância dentro das estratégias de marketing de construção e comunicação das marcas.

Um dos pilares de sucesso de qualquer negócio é a forma como se comunica com seu público externo, interno e stakeholders. Nesse ponto, além de garantir que a mensagem seja correta, a parte visual da comunicação é essencial, e é aqui que o design ganha papel crucial nas campanhas, sites e todas as comunicações institucionais e de produtos ou serviços.

Para causar impacto e marcar, uma boa estratégia de marketing precisa estar alinhado às questões visuais, especialmente na construção de marca (branding).

Quase todo mundo já ouviu falar sobre os benefícios do design, mas muita gente não tem ideia do quanto ele é importante para o sucesso de uma empresa. Não importa se o seu negócio não tem nada a ver com o mundo do design e da comunicação: toda empresa precisa do design e nós vamos descobrir o porquê.

O design é responsável pela idealização, planejamento, criação e desenvolvimento de produtos e serviços. Ele está presente em todas as áreas da sua empresa e, principalmente, nas áreas de comunicação com o mercado: ele está no logotipo da sua empresa, na forma do seu produto, nas embalagens, nos pontos de venda, nos materiais impressos e promocionais, em apresentações internas, na fachada da sua empresa e em seu ambiente interno e por aí vai. Confira 5 benefícios de adotar o design na sua empresa:

estratégias de divulgação

O uso de produtos gráficos para varejo deve fazer parte de estratégias de divulgação, que lidam diretamente com o público final. Isso porque esses materiais podem ajudar a atrair cada vez mais interessados e, consequentemente, gerar mais vendas e mais lucros. Afinal, em uma loja é possível ampliar as formas de divulgação utilizando produtos gráficos de diversas formas, seja distribuindo panfletos pelas ruas ou até mesmo entregando brindes diferenciados aos clientes, para que eles se tornem verdadeiros embaixadores da marca.

Por isso, se você é designer ou tem uma agência de publicidade com clientes de varejo que querem investir em produtos gráficos para atrair mais público, este conteúdo foi feito para você! Continue a leitura e não perca nenhuma das nossas 7 dicas de produtos gráficos para varejo.

investir em materiais gráficos para divulgação da sua empresa ainda é muito relevante, afinal, ele oferece uma experiência real e tangível ao consumidor.

—-

A importância do design para o aumento do faturamento

Toda a empresa, independente de tamanho ou segmento, precisa aumentar o impacto da sua marca para crescer exponencialmente.

E como isso é possível? Após a criação básica da sua marca (logo e nome), é importante desenvolver o design dos materiais gráficos – institucionais e promocionais – para aumentar a identidade da sua marca na mente do seu público alvo, reforçando a estratégia competitiva.

A marca de uma empresa vai muito além de um desenho, ilustração ou tipografia. É ela quem estabelece a sua presença no mercado e garante o sucesso do seu negócio e sobressair perante os seus concorrentes. Principalmente com o cenário atual cada vez mais saturado.

E vamos além, a marca também é uma forma de estabelecer uma ligação emocional com seus clientes, para desenvolver uma relação duradoura e fidelizá-los. Para isso, ela precisa ser divulgada, conhecida pelos consumidores em geral, mas principalmente pelo seu público-alvo. Uma boa forma de difundir sua marca é por meio de materiais gráficos.

No ramo gráfico, chamamos de folder todo o impresso promocional que tenha dobras. Por isso, existe aqui uma enorme gama de formatos e quantidades de dobras. Janela, sanfona, cruz, são só alguns dos tipos deste impresso. Folders servem em geral para empresas que querem mostrar um pouco mais do seu negócio, porém sem grande aprofundamento, é o impresso certo para levar junto com o cartão de visita.

São ótimos para campanhas tanto institucionais quanto para campanhas de produtos específicos, pois conseguem carregar uma quantidade de informações essenciais, com um baixo custo unitário, garantindo a rentabilidade do impresso.

Para os mercados mais exigentes, é possível também acrescentar diversos enobrecimentos como vernizes diferenciados, laminação e cortes especiais. Nós recomendamos sempre que o folder tenha a cara da sua empresa e que transmita o seu posicionamento de marca, para que ele seja uma extensão da empresa ao cliente final.

Folders, flyers e outros materiais, quando inseridos em uma campanha publicitária com uma estratégia clara e seguindo uma identidade visual consistente, são uma arma poderosa para a sua presença de marca. Eles transmitem credibilidade e sensação de responsabilidade da empresa, principalmente perante aos produtos que você está oferecendo.

Outra vantagem é a experiência tangível que os materiais gráficos entregam para a marca, diferente dos conteúdos digitais, esses o seu cliente pode pegar na mão, sentir e experimentar.

Por isso, é crucial ter profissionais ou agências parceiras que possam desenvolver trabalhos consistentes, criativos e coerentes nas produções visuais, seja para trabalhar em ações digitais ou off-line, garantindo coerência e memória de marca em qualquer canal que a empresa se comunique. 

Muitos estudos sobre a imagem da marca já relacionam um design bem feito com o aumento do faturamento e da visibilidade da empresa. Ou seja, a identidade visual está fortemente atrelada ao sucesso.

Não se trata apenas de criar designs bonitos, mas sim de aproveitar ao máximo cada peça para cativar seu público-alvo e impulsionar as vendas. Neste artigo, exploraremos algumas estratégias valiosas para aumentar as vendas por meio de materiais gráficos. Nos dias atuais o design deixa de ser visto como algo supérfluo para ocupar uma posição de destaque estratégico.

o designer gráfico passou a ter um papel mais estratégico na comunicação das marcas. Isso porque, com a popularização da internet e das redes sociais, a necessidade de se comunicar visualmente se tornou ainda mais presente. As empresas passaram a buscar soluções visuais mais criativas e inovadoras para se destacar em meio à concorrência.

Nesse contexto, o designer gráfico passou a ter um papel ainda mais importante na criação de materiais visuais que conectem com o público e transmitam a mensagem da marca de forma clara e objetiva. Ele se tornou responsável por criar identidades visuais consistentes e coerentes, que transmitam os valores e a personalidade da marca de forma impactante.

…. garantindo a consistência da identidade visual ao longo do tempo.

Neste artigo, vamos compartilhar mais sobre a comunicação visual para empresas e a importância de um apoio profissional para garantir excelência na comunicação da sua empresa, e contribuir não só para as estratégias e resultados de marketing de maneira integrada, como também nos indicadores de valor do próprio negócio.

Com base na identidade visual da sua marca, impressos gráficos vão te auxiliar no crescimento de suas vendas e alavancar seu faturamento. Como dito anteriormente, definimos quatro materiais gráficos para sua empresa vender mais, cada um deles tem sua particularidade e se encaixa facilmente no projeto, seja qual for o tamanho dele.

 

Por que?

Os profissionais de design ou profissionais de arte, são os responsáveis ​​pela criação de todas as peças de comunicação visual da empresa digital e offline, o trabalho de um designer pode ser aplicado ao marketing de diferentes formas e é essencial para se obter bons resultados em campanhas.

Já pensou uma campanha com um planejamento de mídia incrível, uma mensagem impactante, e um criativo meia-boca? Pois é, esse é um exemplo de como todo um projeto pode ir por água abaixo (e muito dinheiro também!)

Os criativos podem ser vistos no layout de um site, no logotipo de uma marca, nas publicações de redes sociais e muito mais, além do espaço virtual, eles também podem ser desdobrados na mídia impressa tradicional, no trade marketing, e até mesmo como folhetos e outdoors.

E o que tem o design a ver com isso? Muito simples.

Ele te difere dos seus concorrentes.

Design é uma das principais ferramentas para mostrar o quão autêntica é a sua marca. Sendo assim, o design, mais do que bom, deve ser original e transmitir os seus valores e culturas. Chamamos essa prática de branding, mas esse não é o nosso foco (ainda).

O que precisa ficar claro aqui é que um bom design faz o seu conteúdo se destacar.

Por mais que seja um conteúdo textual, um bom design faz com que o leitor se interesse por ele.

Joseph Kalinowski — diretor criativo na Content Marketing Institute — diz que “ter um design fraco ou de mal gosto pode fazer com que o seu conteúdo seja ignorado ou se perca no feed”.

Joe Pulizzi — fundador da Content Marketing Institute — tem uma opinião bem parecida. Diz ele que “se o design não gera engajamento ou chama atenção, o seu conteúdo pode nunca ser lido”.

Neil Patel — co-fundador da Crazy Egg e da Hello Bar — diz que “é mais fácil transmitir uma mensagem através de design e imagens, o que vai gerar mais tráfego e mais compartilhamentos nas redes sociais”.

Além disso, um estudo feito pela Ethos3 — We Live in a Visual World — indica que 90% das informações assimiladas pelos cérebro são visuais!

O uso de design em estratégias de marketing de conteúdo não é apenas importante; é imprescindível!

Um fator que mostra a importância do design do material e de peças gráficas para vendas é que ela influencia, e muito, na decisão de compra dos clientes.

Lembre-se: “Quem não é visto, não é lembrado”.

Você com certeza já ouviu essa frase e isso é a pura verdade. O design vai transformar sua ideia e sua empresa em “imagem”, para ser vista. O objetivo é claro: guiar os olhos e atrair a atenção dos clientes.

O design pode fazer um negócio evoluir por diversos motivos. Desde uma embalagem mais atraente no ponto de venda, por suas cores, logotipo e informações, bem como no planejamento de espaços físicos, entre diversos outros exemplos.

As cores também são fundamentais no processo de design de qualquer empresa. É a escolha adequada que leva ao resultado apresentado por uma pesquisa recente, sobre o que mais influencia na escolha de um produto: 93% dos entrevistados elegeram a aparência visual como a mais importante, contra 6% que selecionaram a textura, 1% som e cheiro. Desses, 80% concordaram que a cor aumenta o reconhecimento da marca e a confiança do consumidor.

Valorizar o design é garantir competitividade, uma vez que o mesmo agrega grande valor ao produto e serviço. E isso é construção de marca, ou branding, seja em uma padaria de esquina, uma oficina mecânica, um restaurante, ou uma loja de roupas, por exemplo.

Todos esses benefícios podem ser comprovados em estudos como os realizados pela CNI — Confederação Nacional das Indústrias — , que informam que 75% das empresas que fizeram investimento em design registraram aumento nas vendas. Dessas, 41% também tiveram redução de custos.

A importância do designer gráfico na criação de experiências visuais
O design desempenha um papel fundamental na criação de experiências visuais memoráveis. Ele é capaz de produzir materiais visuais que despertam emoções, capturam a atenção do público e geram lembranças duradouras.

contribui para a criação de experiências visuais memoráveis é através do uso de elementos visuais impactantes. Isso pode incluir cores vibrantes, tipografias diferenciadas, imagens criativas e outros recursos que tornam o material visualmente atraente e único. Esses elementos podem ajudar a tornar uma campanha publicitária mais marcante, por exemplo.

garantir que os materiais visuais sejam adaptados às necessidades do público-alvo. Isso significa entender as preferências e expectativas do público em relação ao design, bem como as tendências atuais do mercado. Ao adaptar o design às necessidades do público, o designer gráfico pode ajudar a criar uma experiência visual memorável que se conecta com os consumidores.

Além de que, é importante destacar que o trabalho do designer gráfico não se limita apenas a criar materiais visualmente atraentes. Ele também é responsável por garantir que esses materiais estejam em conformidade com as normas de usabilidade, acessibilidade e outras questões técnicas que afetam a experiência do usuário.

Confira os benefícios do uso de artes criativas para o seu negócio:

  • Comunicam informações institucionais ou de produtos com clareza
  • Chama a atenção do seu público
  • As pessoas processam imagens mais rápido do que texto;
  • As imagens são fáceis de entender, lembrar e compartilhar;
  • Inspira as pessoas a agirem;
  • Cria credibilidade e confiança;
  • Ajudam a identificar seu negócio.

Ainda não está convencido?

Não são todos as empresas que dão o devido valor ao design na hora de analisar criticamente e planejar o crescimento de suas empresas. Isso porque delegam ao design uma função secundária. Alguns, até mesmo, acham que trata-se de apenas uma estética, uma forma de embelezar a marca e tornar o seu símbolo um pouco mais lembrado pelos clientes. Enganam-se. Muitos estudos sobre a imagem da marca já relacionam um design bem feito com o aumento do faturamento e da visibilidade da empresa. Ou seja, a identidade visual está fortemente atrelada ao sucesso.

Se você estivesse vendo seus e-mails, ou passando pela rua, ou até rolando a timeline das redes sociais e vendo as ofertas de natal ou outra época do ano, qual dessas peças abaixo chamaria mais a sua atenção?

Eu aposto que você escolheu o da direita, estou certa?

Mesmo que o produto ou serviço da empresa da direita fosse melhor, “a primeira impressão é a que fica”, não é mesmo? – Outra frase que você já deve ter ouvido falar e também é a mais pura verdade.

Isso acontece porque é a primeira opinião que nós conseguimos ter. Faz parte do nosso instinto, é natural. Quem nunca julgou um livro pela capa? Ou seja, as vezes a empresa possui um produto ou serviço incrível, porém deixa a desejar no design e acabam perdendo grandes oportunidades de vendas.

Aproveite então, que nem todas as empresas abusam dessa estrategia visual  e veja aqui 10 ideias de peças gráficas para você começar a desenvolver agora mesmo e manter o faturamento em crescimento no último trimestre:

—-

Seu negócio depende de design para se desenvolver:

Ao comparar empresas concorrentes, a forma com que cada marca se comunica visualmente pode determinar a escolha do cliente.

No momento de compra em um site, por exemplo. Um layout bem desenhado, com distribuição de cores e informações, escrita correta e que esteja bem organizado e de fácil acesso sairá na frente em relação a um outro site da mesma área que deixou o design em último plano. Aliás, confira aqui o artigo que publicamos na B.done sobre UX/UI para sites.

Mais do que apenas estética, um bom design garante clareza na comunicação do seu produto e serviço, facilitando o entendimento e comunicação com seu consumidor.

Faz mais sentido porquê investir em designer é importante para o marketing e para os negócios da sua empresa?

A qualidade visual é essencial  para que a marca seja reconhecida em qualquer ação de comunicação, marketing e vendas. Por isso, não pode ser deixada de lado e nem ser menos importante dentro da estratégia de negócios.


Entre as principais funções do designer está: 

  • Desenvolver peças criativas que criem um diálogo direto com o consumidor;
  • Elaborar uma identidade visual que represente a marca;
  • Desenvolver layouts para portais, sites, blogs e até mesmo apps;
  • Desenvolver e criar logotipos e suas aplicações;
  • Desenvolvimento visual de games;
  • Peças digitais para e-mail marketing e estratégias de CRM;
  • Criação de criativos  para campanhas de mídia on e offline;
  • Elaboração ou finalização de campanhas publicitárias;
  • Criação de animações para empresas.

 

10 ideias de peças gráficas

Quer investir nas peças gráficas, mas não sabe por onde começar? A gente te ajuda! Antes de qualquer coisa é preciso saber diferenciá-las! Existem diversos tipos de materiais gráficos no mercado e cada uma tem as características certas para atrair o público.

O designer gráfico também contribui para a construção de uma marca forte e consistente ao longo do tempo. É importante que todos os materiais gráficos estejam alinhados com a identidade visual da marca, garantindo que os consumidores identifiquem a empresa em qualquer lugar que ela esteja presente.

Promocional:

As promoções são um dos recursos mais versáteis que empresas e profissionais autônomos usam para atrair clientes, aumentar as vendas de produtos, promover a marca, etc.

1. Email Mkt

2. Peças para as redes sociais

3. Banner impresso e digital

Os banners sempre devem estar presentes em uma estratégia de comunicação. Sua principal função é divulgar a marca ou oferta e, com isso, atrair cada vez mais clientes. Este material permite total personalização com textos e imagens que valorizem o conteúdo e tragam os melhores resultados para a empresa.

O banner pode ser elaborado com diversos tipos de materiais e acabamentos. Com um manuseio prático, os banners podem ser facilmente fixados e expostos em diversos ambientes, como fachadas, paredes, postes, pontos de vendas e até mesmo na frente das lojas e vias públicas.

O banner personalizado é uma excelente ferramenta de comunicação, sendo muito utilizado pelas empresas. Sua principal função é transmitir sua mensagem de forma clara e simples, o que é muito importante no mercado atual. Há muitos benefícios em investir em banners personalizados.

E quais são os benefícios de investir em um banner, faixa ou lona personalizada para meus clientes? Resposta curta: muitos benefícios, dentre eles, listamos estes aqui que o tornam um dos produtos gráficos mais vendidos também.

Versatilidade – Embora a maioria das artes criadas para um banner, seja focada nas ofertas, essa não é a única vantagem desse tipo de produto. Quando projetada corretamente, ele pode transmitir as informações necessárias. Assim, o banner pode comunicar sobre o horário da loja, especialização, ofertas atuais, etc.

Durabilidade e reutilização – Como outros componentes, o material da lona tem uma vida útil muito longa. Dessa forma, quando colocada na ponta do lápis, a relação entre o preço de compra e o tempo de uso é atrativa. Dessa forma, seu cliente pode usar o mesmo banner em momentos diferentes.

 

4. Flyer/Folheto/Folder

Um dos produtos gráficos mais versáteis e eficazes, os flyers são excelentes opções para divulgar uma empresa de forma assertiva e atingir muito mais pessoas. E, tudo isso, com excelente custo-benefício. Diferente dos folders, que geralmente têm caráter mais institucional e são utilizados para apresentar uma empresa ou um produto específico aos clientes, os flyers têm formato livre e podem ser usados de diferentes formas, como para divulgar uma oferta, o lançamento de um produto ou alguma ação promocional específica.

O principal objetivo de escolher um flyer como material gráfico de divulgação é seu poder de alcance, já que pode ser distribuído facilmente e atingir cada vez mais pessoas. Aproveite e utilize toda a criatividade para utilizar o flyer da melhor forma possível para divulgar empresas. Capriche no texto com frases de impacto e escolha a arte com cuidado.

O flyer é um dos tipos de peças gráficas impresso em folha avulsa com o objetivo de divulgar os produtos e/ou serviços de forma rápida e objetiva para um grande número de pessoas. Com relação ao design, a ideia é chamar a atenção dos consumidores, portanto vale usar cores vivas. Possui um baixo custo quando produzido em grandes quantidades e pode ser feito em diferentes tamanhos, papéis e gramaturas.

O folder é uma folha impressa com uma ou mais dobras. É uma das peças gráficas utilizadas para divulgar informações institucionais ou promocionais. Na sua produção, é possível usar diferentes tipos de acabamento, formatos, gramatura de papel, laminação e muito mais.

O panfleto, flyer ou folheto, pode-se dizer que seria o segundo da lista dos produtos gráficos mais vendidos. Eles são uma ferramenta poderosa que pode ajudá-lo a promover a marca do seu cliente e serviços de forma eficaz. Dessa forma, as empresas devem sempre estar atentas em como querem fornecer informações importantes nestes produtos para aumentar as oportunidades de vendas.

Mas por que os panfletos são tão importantes para um negócio?

Se bem produzidos, são uma maneira eficaz e econômica de comercializar produtos e serviços para o mundo off-line. Além disso, é um produto gráfico extremamente promocional que pode diferenciar uma marca de outros concorrentes. Para isso, as informações do folheto devem ser concisas, claras e precisas para que os clientes possam entender facilmente os serviços e produtos oferecidos.

Sem dúvida, este é um dos materiais gráficos mais simples e baratos de se produzir. Eles são perfeitos para comunicar promoções esporádicas, pois quanto menor o número de informações, melhor!

A comunicação nesse tipo de material deve ser trabalhada para conseguir prender a atenção do consumidor e fazer com que ele se interesse pelo produto ou serviço que ali é divulgado. Além das informações serem colocadas de maneira direta, os canais de contato deverão estar em destaque.

—-

O termo folder, vem do inglês “fold”, que significa dobrar, ou seja, este é um material gráfico que possui dobras.

Nada melhor do que um folder bonito, claro e útil para apresentar seus produtos e serviços aos clientes. Distribuídos na rua, no estabelecimento ou enviados pelos Correios, os folders continuam sendo excelentes opções para divulgação.

A utilização dos folders é bem parecida com a de um panfleto, contudo, ele permite trabalhar as informações com maior profundidade.

Crie essas peças gráficas com seus produtos, serviços, promoções, todas em conjunto. Ou seja, o conteúdo que disparar no e-mail marketing, poste também nas redes sociais, nos banners e materiais impressos para que toda a comunicação da campanha se converse e ganhe um espaço na mente do seu público alvo.

Institucional:

5. Cartão de Visitas

Ter um cartão de visitas é essencial tanto para lojas e empresas, quanto para profissionais autônomos. Ele é a forma mais prática de divulgar um nome, marca ou empresa para um grande número de pessoas. Um bom cartão de visita deve ter um formato e identidade visual alinhados aos valores e ideais da empresa. A qualidade do material e recursos de arte utilizados refletem a imagem do negócio e a qualidade do serviço ou produto que o empresário irá entregar.No cartão de visita deve constar as informações de contato atualizadas, como telefone celular, e-mail, redes sociais e endereço. Se você ainda não conta com esse material para auxiliar na divulgação dos seus clientes, inclua-o agora mesmo no seu portfólio de produtos.

O cartão de visitas é um dos principais materiais gráficos de uma empresa, pois é capaz de transmitir de maneira simples e rápida, todos os contatos do seu negócio e o nome da pessoa que responde por determinado assunto.

Atualmente, é possível criar os mais diferentes tipos de cartões de visita, com formatos e cores especiais que valorizam muito a sua marca. Um cartão com um design malfeito ou muito simples poderá fazer com que você perca boas oportunidades.

Pode parecer uma prática antiga, mas, ainda, é um dos produtos mais importantes do mercado gráfico. Apesar das novas tecnologias podem combinar o mundo digital com a troca de informações de contato profissional.

Um cartão de visita é apesar de pequeno e caber facilmente no bolso ou na bolsa, contém informações essenciais de contato comercial como: nome, cargo, telefone, nome da empresa e e-mail, para empresas de diversos tipos de setores.

Com o tempo, os formatos dos cartões foram atualizados e se tornaram mais criativos. Por isso, vale a pena mostrar para seus clientes quais as opções diferenciadas que poderão facilitar a troca de contato dele com seus clientes.

Os cartões de visita continuam sendo uma ferramenta vital no mundo dos negócios. Para se destacar, você pode oferecê-los com acabamentos brilhantes e texturas diferenciadas. A termolaminação com PET prata pode proporcionar um efeito metálico sofisticado, adicionando um toque de elegância e uma primeira impressão marcante.

Este faz parte do “pacote básico” de todo empreendedor, independente da área de atuação. Atende todos os ramos porque é muito versátil e ágil. A versatilidade dele vem de seus diferentes tamanhos e formas, aceita muitos tipos de acabamentos – do básico ao mais sofisticado – e sempre tem um bom custo benefício para causar aquela primeira “boa impressão”.

É preciso caprichar nos detalhes sem sobrecarregar de informações, sendo essenciais telefones e endereços atualizados, e um conjunto de elementos que valorize você e a sua empresa. Lembre-se, este impresso vai ficar guardado com o seu cliente durante muito tempo, e sempre que for necessário, será muitas vezes o primeiro a ser consultado.

 

6. Caneta/Pendrive

As canetas são peças essenciais, portanto, nada mais justo que incluir entre os materiais gráficos. Para poder lucrar vale investir em todos os tipos de caneta. Em exemplo, a caneta personalizada comercial que pode ser produzida em plástico e ter o corpo com os detalhes da marca. Já para os adeptos da sustentabilidade, a caneta personalizada ecológica está em alta e pode surpreender os seus parceiros.

Além disso, para os clientes especiais, vale investir na caneta personalizada elegance, executiva, empresarial e muitas outras. Lembrando que estas possuem um design elegante e com detalhes que garante o profissionalismo.

Além de ser usado para fins escolares, os cadernos podem ser usados na comunicação interna e servir como cadernos corporativos. Neste caso, vale ter uma padronização e deixar a marca em evidência. Assim, os cadernos personalizados ajudam a transmitir uma ligação com o usuário e a empresa.

 

7. Agenda

A concorrência é sempre grande no mundo dos negócios e estar sempre em contato com o seu cliente é essencial para não sair do radar dele. Uma das soluções são os “Gifts”, conhecidos também como Brindes. Um dos mais efetivos e que vai estar o “ano inteiro na mão do cliente” é a agenda.

Mesmo na era digital, agendas são muito atraentes e geram bastante recall de marca. É uma maneira simples de estar sempre por perto não dando espaço para a concorrência atravessar seu negócio. Talvez seja o brinde com melhor custo benefício de todos, porque reúne a praticidade e funcionalidade, com a exposição da sua marca durante o período de uso. Perfeito.

É possível imprimi-las em diferentes formatos, seja uma agenda de mesa (mais tradicional), ou até mesmo um “projeto pocket”, agendas menores que caibam em bolsos e bolsas de tamanhos diferenciados, vai da imaginação do designer e necessidade de cada usuário. Também são possíveis diversos acabamentos, dentre eles, relevo seco, hot-stamping e folhas com destaque (picote).

 

8. Papel Timbrado / Envelope

Papelaria: Composta por cartão de visitas, papel timbrado, envelope, pasta, blocos de anotações e outros materiais, a papelaria é um dos mais importantes materiais gráficos para uma empresa. Ela é completa e com sua identidade visual garantem credibilidade e seriedade por parte da sua empresa junto aos clientes.

Este tipo de impresso, é essencial para expressar profissionalismo e credibilidade. Dessa forma, um papel timbrado é um dos primeiros pontos de contato que um público externo tem com uma empresa, incluindo clientes, fornecedores e parceiros.

Este cabeçalho é essencial para expressar profissionalismo e credibilidade nas comunicações formais da empresa e outras atividades administrativas e deve conter o logotipo da empresa, informações de contato e um CNPJ. Além disso, pode ser utilizado não só para comunicações oficiais da empresa, mas também para fazer orçamentos, pedidos de compra, extratos e até contratos.

9. Pasta Canguru

10. Catálogo/portfolio de produtos

O catálogo de uma empresa é a principal ferramenta de trabalho de um vendedor. Por meio dele, é possível expor todos os seus produtos e/ou serviços de maneira organizada e lógica, podendo ser dividido, ainda, por características similares.

Outro tipo de catálogo bastante importante para qualquer tipo de empresa, são os catálogos técnicos. Neles, como o nome já diz, deverão estar as informações técnicas, de instalação, operação e tudo o que está relacionado ao produto ofertado.

Também nesse tipo de material é comum haver uma lista com os canais de assistência disponibilizados pela empresa.

Voltados para empresas que apresentam uma grande quantidade de produtos ou serviços, este tipo de impresso é sem dúvida o “melhor da sua empresa para os clientes”. É uma amostra mais aprofundada de cada item ou serviço que sua organização realiza, fabrica ou disponibiliza. Grandes indústrias utilizam bastante este tipo de material, mas não são as únicas: hotéis, restaurantes e academias entre outros ramos também aproveitam deste formato para alcançar novos clientes.

Por ser um impresso que possui algumas páginas, você pode utilizá-las para falar da sua empresa, do histórico dos negócios, das perspectivas para o futuro do setor, tudo isso de uma forma bem visual que ajude a fisgar e convencer seu cliente em fechar um grande negócio com você.

Se os folders e cartões de visitas são utilizados para divulgar a sua marca, o catálogo é uma ferramenta de conversão, e de extremo valor para o vendedor no momento da venda. Aqui é interessante contar com o consultor comercial da gráfica, para desenvolver aplicações especiais de vernizes, laminações e cortes, a fim de valorizar ao máximo a sua empresa.

Uma das peças gráficas mais usadas para apresentação de produtos que pode ser dividida ou não por categorias. O miolo e a capa podem ser presos por colagem, grampos ou espiral (plástico ou wire-o).

 

 

Como nas peças promocionais, faça todas as artes utilizando a mesma comunicação, com o logo, cores e formatos da identidade da marca. Use essas peças tanto para material de apresentação da empresa como também para kits de presentes em datas comemorativas, como os presentes de final de ano. Assim você está nutrindo seu público alvo e quando for vender algo será muito mais fácil, pois eles já terão se identificado com a empresa.

Dê uma espiadinha nesses materiais gráficos que nós criamos para o cliente Metrópole Logística: clicando aqui.  

Divulgação das peças gráficas nas mídias como: Google, Facebook, Email Mkt, Banners para site e outras mídias se faz necessário com um calendário planejado com uma estratégia alinhada em um funil de marketing,

Ou seja: ir cativando seus clientes desde o topo do funil até chegar na decisão de compra no final do funil. Se você ainda não tem um calendário promocional, baixe gratuitamente o nosso:

—-

Ter uma papelaria completa e devidamente padronizada com a identidade visual da empresa é muito importante. A utilização do papel timbrado para a emissão de documentos, por exemplo, garante mais segurança e credibilidade. Os envelopes e pastas apontam que o material contido neles é oficial e possui origem comprovada, por exemplo.

Surgiu alguma dúvida sobre quais os materiais ideais para o seu tipo de negócio? Então, entre em contato com a gente e solicite a ajuda de um dos nossos Power Coachs.

Se quiser saber mais sobre design, visite o nosso artigo sobre o assunto.

Finalizo com uma dica importantíssima. Design é importante e pode mudar os seus resultados drasticamente: para melhor ou pior!

Tenha muito cuidado com isso! Faça design voltado para a persona, e não para o seu gosto pessoal. Pesquise, teste e entenda a sua audiência. Não insista em um design que te leva para longe dos seus objetivos.

Até a próxima!

Hoje em dia está cada vez mais difícil fidelizar o cliente. Então, ajude-os diferenciando sua empresa das outras. Começando pelo design!

Ainda dá tempo! Vamos juntos?

Precisa de uma agência parceira para ajudar na comunicação visual da sua empresa? Branding, logomarca, sites, conteúdos para redes sociais ou até mesmo ativações no trade marketing?

Conte com a B.done, para encontrar a agência ideal para as necessidades do seu negócio, gratuitamente. Confira nossa página de serviços para marcas.

 

Conheça nossas soluções e saiba como podemos te ajudar:

 Aproveite que nós estamos com um kit promocional.

Por que contratar um designer ou agência de design?

Como em qualquer outra área, o conhecimento técnico é uma grande vantagem para melhorar o trabalho e atingir melhores resultados com mais rapidez.

No caso do design, inovação e tendências do mercado fazem parte ativa da função. A melhor maneira de garantir que sua empresa esteja performando com um bom branding institucional e todas as demais comunicações visuais, seja em campanhas ou no always on das estratégias digitais e offline é contar com a experiência de especialistas.

—-

Criativos mal pensados para mídias digitais, no ponto de venda, e até mesmo a incoerência de comunicação visual em sites ou outras redes, muitas vezes afastam o público porque deixam de transmitir seriedade e profissionalismo, ou ainda não conseguem comunicar da maneira correta informações institucionais ou de produtos.

Atualmente, existem diversas ferramentas e aplicativos que auxiliam na criação de artes e quebram um galho de quem não tem experiência no assunto. No entanto, contar somente com esse tipo de habilidade dificilmente levará o seu projeto ao nível que você espera para impulsionar os negócios.

Sem contar que sua empresa estará usando a mesma arte que diversas outras empresas no mercado usam para se auto-divulgar.

Barato sai caro? Essa pode ser uma realidade nesse assunto. Pior do que não comunicar, é comunicar errado. #ficaadica

Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio ;) #TakeaNote #TakeIdeas