Posts

 

O marketing digital é um conceito muito amplo, com inúmeras estratégias e combinações de táticas eficientes, usadas sempre com o mesmo objetivo: a conversão.

Conquistar clientes pela internet envolve quase sempre o mesmo caminho:

  1. atrair tráfego,
  2. gerar leads,
  3. nutrí-los, e, por fim,
  4. fechar a venda.

Para atingir o primeiro passo você precisa ser encontrado. E, para ser encontrado, nada melhor do que estar onde as pessoas estão.

Quando falamos de internet, o local mais “habitado”, o canal mais acessado do planeta, é o Google (comprovado pelo ranking Alexa).

Portanto, uma das principais ferramentas para se alcançar sucesso online e gerar receita para uma empresa são os anúncios de links patrocinados do Google Ads.

Se você deseja aumentar a geração de leads e oportunidades para a sua empresa, já deve ter considerado anunciar seu serviço ou produto por lá.

O formato que está em alta hoje em dia é o chamado tráfego orgânico, ou seja, quando as pessoas chegam ao seu site de forma espontânea, sem o uso de anúncios.

Mas, os links patrocinados também são uma ótima opção para atrair o público, e não devem ser descartados.

Neste post você verá:

  • O que são links patrocinados?
  • Por que usar anúncios na sua estratégia?
  • Como funciona o investimento?

O que são links patrocinados?

De forma resumida, podemos dizer que os links patrocinados são anúncios em forma de texto simples que aparecem nos resultados de pesquisa do Google, por exemplo.

No topo dos resultados, aparecem alguns sites em destaque com a identificação de que se tratam de anúncios. Esses são os links patrocinados.

O Google AdWords (agora chamado de Google Ads) é a ferramenta de publicidade do Google que permite criar esses anúncios.

Ela é a ferramenta mais popular e atraente.

Isso porque os links patrocinados da plataforma aparecem conforme as palavras-chave pesquisadas pelo usuário e selecionadas pelo anunciante,

fazendo com que os anúncios sejam mostrados para o usuário no momento exato em que ele está buscando pelo seu produto/serviço,

o que significa que as chances de conversão são muito grandes.

Nada mais assertivo do que mostrar exatamente o que alguém procura no momento em que busca, não é mesmo?

Não preciso nem falar que também é um meio de propaganda mais em conta do que mídias tradicionais (TV, jornal e revistas), né? Pois você paga ao Google apenas as visitas realmente geradas ao seu site (CPC).

Quanto mais específico for a segmentação das campanhas, mais relevante será o alvo e, portanto, maior será a probabilidade de se converter em venda.

Adequando os formatos e linguagens aos objetivos e necessidades do seu negócio, trabalhamos com diferentes estratégias para geração de tráfego para o seu site.

Por que usar anúncios na sua estratégia?

Por um lado, há quem concentre praticamente todo o orçamento de marketing em anúncios.

Por outro, alguns abominam completamente essa estratégia, julgando que ela faz parte dos métodos antigos e ineficientes do marketing e que é hora de dar atenção apenas as táticas orgânicas.

No fim das contas, quem está certo?

O melhor caminho é encontrar o equilíbrio entre as ações de marketing orgânicas e as pagas.

Um profissional de marketing pode dizer “o marketing de conteúdo é um benefício duradouro”. Enquanto outro pode dizer “os anúncios pagos têm escala e podem trazer resultados rápidos e confiáveis”.

Mídias sociais, email marketing, anúncios, blog ajudam a tornar a marca de sua empresa mais conhecida. Tudo é conectado. E integrando todas as ações, seus resultados são maximizados.

Muitos empresários procuram profissionais e agências qualificadas e certificadas para investir no Google Ads. A grande vantagem dessa estratégia é que você economiza tempo e acelera seus resultados.

Em geral, a estimativa de conversão depende muito do ramo de atuação do cliente e tipo de campanha. Mas se a cada 10 cliques, for conquistado 1 cliente, a campanha já terá sido bem rentável.

Se a empresa estiver pagando, por exemplo:

1 real por clique (valor ilustrativo), terá pago apenas 10 reais para conquistar 1 novo cliente.

Fica muito barato anunciar assim. Nenhum veículo de mídia tradicional é capaz de trazer tanto retorno.

Existem caso de clientes que em menos de 30 dias já conseguiram ter retorno do investimento e margem de lucro significativo para sua empresa, com cerca de 200 a 300 visitas por dia.

O orçamento também é uma vantagem. Não existe valor mínimo a ser pago em qualquer campanha e a empresa decide o quanto quer investir. Porém, aconselhamos um valor médio estipulado por dia para que a campanha possa rodar sem se esgotar na metade do dia e para que tenha um resultado mensurável.

Existem outros formatos de anúncios disponíveis no Google Ads, além da Rede de Pesquisa. Eles podem ser exibidos em forma de banner e vídeos, em áreas especiais e de visibilidade em diversos sites parceiros do Google.

Como funciona o investimento?

Uma das formas mais comuns de investimento é o Custo Por Clique (CPC), quando a empresa só paga quando o usuário clicar no link do anúncio.

O custo por clique é definido em um leilão de palavras, em que o anunciante entra na concorrência da compra da palavra-chave pretendida para o segmento (exemplo: tênis de corrida).

O valor a ser pago pelo clique depende ainda do número de empresas que estão competindo pela mesma palavra chave. Quanto maior a concorrência, maior o custo da palavra, mas isso varia muito a cada segmento de mercado.

 

O segundo fator que determina o preço a ser pago por clique é a qualidade do anúncio, que é avaliado pelo Google conforme a palavra-chave e a página de destino (site) do anúncio, ou seja, quanto mais útil for o anúncio para o usuário, maior a pontuação no quesito qualidade.

A qualidade é um fator independente do valor a ser investido, por isso é uma oportunidade para o anunciante de melhorar o posicionamento do seu anúncio mesmo não pagando o custo máximo por clique.

É possível ainda segmentar o anúncio, para aparecer somente nas buscas escolhidas pelo anunciante por região geográfica, palavra-chave, canal, dispositivo (mobile, por exemplo), interesse e remarketing.

O Google Ads é a maneira mais barata de aumentar o tráfego do site e vendas pela internet a curto prazo,

com total controle dos custos, retorno totalmente mensurável, agilidade, segmentação e alcance imediato.

O resultado final é um site que tenha milhares de visitas por dia, mês ou ano.

Como já disse, para iniciar, recomendamos um valor de investimento confortável, o qual aplicar consistentemente nos próximos meses.

Descontando algumas variáveis, quanto maior o investimento, maior a quantidade de leads gerados.

Acompanhe os resultados

Além da criação, a administração e otimização das campanhas se fazem necessárias. As mídias pagas estão sempre mudando.

O lance do CPC aumenta, concorrentes estão sempre presentes, novos formatos sempre aparecem e, se não estiver atualizado, você pode estar perdendo resultados pelos novos updates.

Não vamos negar que é fácil se perder em meio a quantidade de métricas que o Google Ads proporciona. Isso sem considerar as que podemos analisar no Google Analytics, se este estiver integrado com o Ads.

É comum conversarmos com clientes que abandonaram o monitoramento das campanhas após criarem uma por se sentirem paralisados diante da interface da plataforma.

Nossa maior dica é manter o foco nas métricas de sucesso da sua campanha: aquelas que você definiu ao montar a sua estratégia.

Destacamos duas métricas importantes em campanhas de geração de leads: CTR = Impressões vs Cliques vs Conversões.

Para melhorar uma das métricas, é preciso buscar possíveis razões para a situação atual e fazer otimizações.

Assim como é importante manter as campanhas contínuas para ter histórico, índice de qualidade e relevância, é importante realizar experimentos, como testar cores de botão e trocar ou refazer os textos ou palavras chave.

É extremamente importante ter controle do desempenho das alterações feitas na campanha. Recomendamos cerca de um mês de acompanhamento para avaliar o impacto de cada ação.

Nunca abandone suas campanhas enquanto estiverem rodando. Garanta que o investimento da sua empresa em anúncios no Google retorne Leads qualificados.

 

Conclusão

É preciso ter em mente que os anúncios no Google não fecham venda por si só.

Depois de atrair os leads corretos e realizar estratégias de Nutrição por email, o Remarketing e vendas Inbound são definidoras no fechamento de novos negócios.

O ideal é usar o Google Ads como um dos canais de atração e aquisição de tráfego de retorno rápido e eficaz, principalmente no início de uma campanha de marketing digital, onde seu apoio é fundamental.

O ideal é usar o Google Ads

Agora que você sabe como funciona o Google Ads e todas as vantagens que ele oferece, é hora de começar a anunciar para escalar seu negócio.

Na hora de escolher seu parceiro no desenvolvimento dos anúncios, conte com agências e profissionais certificados no Google Partners, como é o caso da agência Mkt Ideas.

Com o certificado, é possível comprovar o domínio da plataforma e trazer segurança e credibilidade para quem pretende anunciar.

Se você está sério em iniciar esse trabalho, conte conosco:

A agência Mkt Ideas é uma agencia especializada em performance e branding, escolhida por mais de 20 empresas de diferentes segmentos.

Portanto, temos expertise e um time de especialistas prontos para te atender e fazer sua empresa decolar.

 

Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedIn para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas

 

Você seguiu todos os conselhos, fez uma logo para sua empresa, desenvolveu materiais gráficos, criou um site com boa navegação, design e usabilidade (como manda esse artigo aqui), mas ainda assim não obteve a audiência esperada?

Talvez você tenha esquecido de cuidar do marketing.

Mais de 70% dos grandes especialistas apontam que usar o marketing de conteúdo é uma das melhores formas de conseguir clientes.

Bem, isso é um fato.

Através do conteúdo postado nesse blog eu consegui atrair você.

Graças à internet e ao tio Google, a nossa vida mudou. E quando a vida das pessoas muda, os negócios mudam também.

Um paciente pode ir munido de informações para discutir com seu médico o melhor tratamento, por exemplo. E nós fazemos isto em graus diferentes, seja em busca de um novo produto ou serviço ou do melhor tratamento.

A produção de conteúdo, além de educar o mercado, gerar valor e posicionar a sua empresa como autoridade em sua área de atuação. Funciona como isca: ajuda o marketing a atrair visitantes para perto.

Se você conhece a metodologia Inbound Marketing (conhecida como Marketing da Atração), a 1° etapa de um bom modelo é a Atração de possíveis clientes para o seu negócio.

Nessa etapa, você irá produzir textos e materiais (conteúdo) que vão atrair o seu público alvo, para que, em uma 2° etapa, ele deixe informações de contato depois de interagir com seu site, com seu material ou sua página nas redes sociais.

Mas essa parte da captação dos dados do seu público, como disse, entra na 2° etapa do Inbound Marketing – o da Conversão. E nós vamos falar sobre isso mais pra frente.

Então vamos primeiro as formas de atrair mais clientes para o seu site:

BLOG

Alimente o seu site com conteúdo original constantemente.

Quando o site incorpora regularmente novos conteúdos, ele se torna mais atraente para os sistemas de busca e, claro, para os visitantes.

Os textos do blog vão circular pela internet e pelos sites de pesquisa, fazendo com que o tráfego do seu site aumente e, consequentemente, o número de pessoas que vão entrar em contato com seus produtos e com sua marca também.

Além de mostrar a sua especialidade e se tornar autoridade no assunto, a criação de novos conteúdos por meio de blogs oferece outra excelente forma de introduzir e reforçar as palavras-chave do seu negócio, aumentando a visibilidade em buscadores de forma orgânica/natural (SEO).

Esse conteúdo será indexado pelo Google e outros buscadores e, quando as pessoas forem buscar por esse tema, irão encontrar seu conteúdo. Capiche?

O blog realmente tem um poder gigantesco para atrair visitantes ao seu negócio, porém muitas empresas não o usam da forma correta.

Quando digo usar de forma correta, falo em publicar regularmente um conteúdo tão relevante ao seu público, que faça com ele seja atraído e tenha interesse em consumi-lo.

Nós aprofundamos mais sobre o tema e citamos algumas dicas nesse artigo: Ter um blog dá resultado? Sim, mas só depende de você.

ISCAS DIGITAIS

Crie materiais ricos com temas relevantes ao seu público.

Nós chamamos de Iscas Digitais aqueles materiais que possuem um conteúdo muito rico, de alto valor.

Esses materiais podem ser: ebooks, webinars, vídeos, apresentações, templates e infográficos, por exemplo.

É uma excelente ideia para aqueles que trabalham com temas que exigem conhecimentos e criam questionamentos para os usuários. #TakeaNote #TakeIdeas

Portanto, faça um material informativo bem interessante, que realmente inspire as pessoas a clicarem no seu site.

Esses materiais aqui são ótimos exemplos de Iscas Digitais. Confira! #TakeIdeas

MÍDIAS SOCIAIS

Gerencie as redes sociais como fonte de tráfego ao seu site

Atualmente, pessoas de todos os perfis passam um tempo considerável nas redes sociais, principalmente no Facebook.

Nas redes, eles buscam contatos pessoais e profissionais, conteúdos interessantes e até o fechamento de negócios.

Com todas essas oportunidades reunidas, criar conteúdos que provoquem seu público a compartilhar e participar deles pode ser uma grande forma de alcançar pessoas que jamais ouviram falar da sua empresa, mas que tenham interesse na possibilidade de fazer negócios com você.

Portanto, divulgue os conteúdos do seu blog, materiais e iscas digitais nas redes sociais adequadas ao seu negócio, como o Facebook, LinkedIn, Instagram, Twitter e Youtube.

Se ainda não está convencido, leia: Por que sua empresa deve estar nas redes sociais?

Agora, se você está e sua dúvida é outra, leia: Minha empresa precisa estar em todas as redes sociais?

MÍDIAS PAGAS (anúncios)

Anuncie e consiga tráfego de forma rápida e eficaz.

As formas pagas costumam trazer um retorno quase imediato, ou seja, uma vez que você começa a investir, eles começam a aparecer. Simples assim.

Nós sempre sugerimos aos nossos clientes anunciar, pois as mídias gratuitas costumam ser uma forma de divulgação com retorno mais a longo prazo. Leva algum tempo para trazer resultado.

Já a mídia paga, é o contrário. O que ela faz é facilitar o alcance dos resultados da empresa e ainda oferecer mais precisão na definição do público. Dessa forma, você verá os resultados esperados com muito mais rapidez e eficácia.

Mas é claro que uma estratégia não invalida a outra. É possível e é saudável para o negócio conciliar as ações orgânicas e pagas na web. (Até porque, gerar conteúdo no blog e nos materiais é uma estratégia orgânica.)

Embora as mídias pagas gerem retorno rápido, elas não costumam gerar um relacionamento com resultados duradouros sozinha, mas sim imediatos. Já as mídias orgânicas, que trazem resultados a longo prazo, são mais consistentes e sustentáveis. Por isso, trabalhar com as duas formas juntas é o ideal. Inclusive já debatemos sobre esse assunto nesse post aqui.

Dentre as formas pagas no formato online, temos os anúncios no Google e nas redes sociais, como o Facebook.

Inclusive, se você já estiver anunciando no Facebook, sugiro a leitura do eBook gratuito abaixo:

Conclusão

Crie conteúdo (blog, iscas digitais) para atrair visitas de forma orgânica/grátis/natural;

Divulgue-os nas redes sociais para atrair visitantes pro site;

Anuncie no Google e/ou nas redes sociais para potencializar o alcance do seu público alvo.

Como ficou claro até aqui, a base da atração de clientes é entender o seu público e criar conteúdos que chamem a atenção dele.

​Como diz Conrado Adolpho:

“a melhor forma de encontrar o seu cliente é ser encontrado por ele”.

Os visitantes atraídos no seu site tendem a se tornarem fiéis à sua empresa, o que faz com que você crie um belo grupo de visitantes que tendem a gerar mais a partir das infinitas formas de compartilhamento de conteúdos.

Então, se o seu objetivo é escalar a sua empresa, garantir negócios mais eficazes e ainda garantir um aumento da força da marca e do nome dos seus produtos e serviços, criar um plano para atrair prováveis clientes é a receita de sucesso para você.

Se estiver sério em saber mais e como podemos ajudar, conte conosco! 

 

Agora que você já sabe como atrair os visitantes, vamos à 2° etapa para convertê-los em leads? Conheça essas 3 estratégias infalíveis para gerar leads pro seu negócio.

Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas

 

 

Não é novidade para nenhum empresário que o país tem passado por dificuldades econômicas nos últimos anos.

Momentos de crise costumam assustar a maior parte das empresas, que prefere buscar garantias e evitar riscos.

Devido à esse cenário, um desafio para as empresas dos mais diversos segmentos é se adaptar às mudanças e continuar gerando receita, não é mesmo?

E quando pensamos em gerar receita, a maioria das empresas investem parte de seus capitais em marketing, comunicação e design para alavancar seus negócios. Seja valorizar a marca, fidelizar clientes ou conquistar mais mercado.

Porém, quando se iniciam rumores sobre crises financeiras, algumas empresas resolvem enxugar seus investimentos e deixam de investir justamente nessas áreas, que é um grande erro, afinal, como a empresa vai conseguir divulgar suas ofertas e fidelizar seus clientes atuais se não investir em marketing?

Por mais que uma crise se avance em todo o país, é importante ter em mente que o corte total de gastos com marketing não será a solução para os problemas das empresas. E, além disso, pode ser um grande erro deixar de investir neste segmento em fases difíceis, justamente porque sua empresa pode perder seu valor e visibilidade, perdendo para a concorrência e correndo o risco de quebrar. Inclusive, investir em marketing passa a ser mais ainda um diferencial para se destacar dos concorrentes.

Agora, enxugar aqueles custos que não trazem retorno para o negócio é muito importante. Portanto, precisamos entender e saber como e onde investir em tempos de crise, para que a empresa não tenha o risco de quebrar.

Ou seja, fazer uma gestão empresarial inteligente.

Já ouviu dizer que a crise não é para todos? Pois bem, é sobre isso que iremos falar.

Por mais que seus clientes estejam em fases complicadas, eles ainda possuem as suas necessidades e precisarão das  soluções que sua empresa oferece.

Mas então por que o marketing é uma áreas das mais afetadas na crise?

A resposta é de certa forma simples: Muitas empresas, erroneamente, acham que o marketing é um gerador de despesa. O que está errado. Pois o marketing é uma área de apoio aos negócios, que traz resultados à curto, médio e longo prazo.

E por que isso acontece?

Porque a forma como o marketing trabalha e se posiciona afeta diretamente o modo como ela é vista dentro do negócio. E os resultados que o marketing entrega influenciam ainda mais a percepção da empresa sobre a função.

Como muitos profissionais e agências de marketing trabalham sem metas e sem planejamento, eles acabam se posicionando como gerador de despesas, levando os empresários a crerem que se cortar a verba de marketing, não haverá diferença.

Isso faz sentido, afinal, sem uma clareza na entrega, fica mais difícil relacionar ações e resultados.

Marketing como Despesa x Marketing como Investimento

Existe uma diferença muito grande entre o marketing que se posiciona como despesa (centros de custos) e entrega resultados intangíveis e outra, que ao contrário, é um investimento (fontes de receitas) para trazer resultáveis palpáveis ao negócio.

Diferenças:

– Marketing como Despesas: elabora seu planejamento pensando nos gastos que vai gerar para a empresa. Geralmente não apresenta relatórios, não pensa em métrica e nem colhe feedback com a empresa.

– Marketing como Investimento: faz um planejamento para cada ação desenvolvida, apresenta, compara e discute as métricas através de relatórios e feedback da empresa, e pensa em soluções e ajustes junto com a empresa para atingir seus objetivos.

Já passou por algum desses cenários?

Aí você pode pensar “mas é claro que todo marketing/agência deve trabalhar como o que foi citado em Marketing como Investimento”. Pois é, deveria,  mas muitas empresas infelizmente já passaram pelo Marketing como Despesa.

Você já deve ter passado ou conhece alguma empresa que passou pelo primeiro cenário, fazendo com que o pouco vínculo entre o marketing deixe a impressão de que poderá ser cortado sem prejudicar os resultados.

O Marketing deve ser visto, como o segundo cenário, como uma ferramenta estratégica de negócios que deve ser intensificada em tempos de crise.

Selecionei abaixo algumas soluções sobre como investir no Marketing de forma correta em tempos de crise.

Vamos lá?

Dicas de Marketing para se sair bem na crise:

 

1) MENSURE COM PRECISÃO OS RESULTADOS

Avaliar constantemente os resultados é importante para saber o que gera lucro e focar nele.

Por isso, o resultado de todas as ações deve ser criteriosamente analisado, desde uma call to action até um evento elaborado, assim é possível compreender se é o momento ideal para investir em determinadas ações ou se a melhor decisão é esperar um período mais oportuno para isso.

Com uma avaliação criteriosa você também conseguirá perceber o que realmente gera resultados em curto prazo e poderá focar nesses pontos.

É possível mensurar com melhor precisão principalmente se as ações forem trabalhadas no ambiente online. Cada ação que a empresa faz em seus negócios, é possível mensurar de forma simples e objetiva, gerando muitas possibilidades de tomadas de decisões com mais confiança.

Dentro do Marketing Digital podemos mensurar todos os tipos de resultados, por exemplo: Quando anunciamos no Google Adwords, conseguimos saber quantas vezes o anúncio apareceu, qual o custo de cada palavra, quais as palavras que consumiram mais ou menos créditos, etc. Dentro do site de uma empresa, é possível saber quantas pessoas visitaram, quantas pessoas retornaram, quais as páginas mais visitadas e quais estão trazendo o melhor desempenho ao seu negócio.

O marketing terá todas as ferramentas para avaliar a efetividade das ações executadas junto aos gráficos de análises, atualizados a todo instante, e as estratégias podem ser revistas caso necessário.

Identificar recursos e o retorno obtido é o primeiro passo para transformar custos em investimento.

 

2) OTIMIZE OS INVESTIMENTOS

Não deixe de investir em seu negócio, mas avalie opções sensatas para sua decisão. Como dissemos no item acima, faça um mapeamento dos recursos que são investidos hoje.

É importante ter em mente todos os recursos que estão sendo investidos hoje e quais são os retornos que são obtidos a partir deles. Ao entender para onde estão sendo destinados os recursos também será possível conseguir fazer uma gestão mais inteligente, dando novos fins ao que não está trazendo resultados.

Tendo em mente os custos que foram mapeados, a empresa consegue avaliar também o quanto suas ações agregam em resultados de longo prazo. Investir na construção de um ativo de marketing normalmente faz com que o custo de aquisição de clientes se torne mais baixo.

Resumindo, é preciso manter o foco nas divulgações de marketing, porém fazer uso de alternativas de menor custo e até com maior eficiência.

O marketing pode direcionar os investimentos e o posicionamento da companhia e ainda antever quais são os principais pontos de atenção e atuação em períodos mais críticos. As escolhas de onde investir ou cortar gastos devem estar pautadas nas estratégias, e não na crise.

Esse trabalho é conhecido como Business Intelligence (BI). Aqui na agência Mkt Ideas, nós realizamos a consultoria BI como bônus para todos os nossos clientes que possuem ações de marketing recorrentes pois sabemos da importância dele. Mas também o temos de forma avulsa para clientes que já possuem equipe interna e querem uma consultoria inteligente do negócio. Para saber mais, clique aqui.

 

3) CUIDE DA SUA MARCA

Manter o orçamento em ações focadas na marca da empresa faz com que você seja lembrado mesmo em momentos de retração do mercado.

A construção e, principalmente a percepção da marca, são fundamentais para a saúde da companhia.

Pense nisso e direcione ações para fortalecimento de sua marca, como criação ou redesign da sua identidade visual, material gráfico promocional e institucional, presença nas redes sociais, conteúdos para blogs e outras ações de branding (gestão da marca).

Veja nesse artigo aqui um case em legal de material gráfico que fizemos para um cliente.

Pequenas atitudes podem fazer com que o seu cliente pense duas vezes antes de trocar seu produto pelo do concorrente, que pode até ser mais barato, pelo simples fato de não ter uma relação com a sua marca.

 

4) GERE CONFIANÇA NA SUA EMPRESA

Gerar oportunidades de negócios é o objetivo de toda empresa. Mas em meio a uma perspectiva de economia em baixa, a qualidade de contexto, conteúdo e processos de vendas merecem ainda mais atenção e esforços.

Lembre-se que seu cliente também está vivendo o mesmo momento de ponderação, portanto, ele precisa se sentir seguro sobre suas decisões de compra.

Neste momento, investir em conteúdos sobre sua empresa, como apresentações institucionais, de serviços com cases e diferenciais faz toda a diferença. Treinar sua equipe para que esteja sempre preparada, prestativa e pronta também é um ponto relevante.

Gerar confiança trará mais vendas para sua empresa.

Sugiro a leitura do artigo: Como uma boa apresentação pode conquistar mais clientes?

 

5) ALINHE OS DEPARTAMENTOS DE MARKETING E VENDAS

O objetivo de alinhar as estratégias de marketing com a equipe de vendas é um só: gerar economia e eficiência.

O marketing vai muito além da comunicação dos produtos e serviços. É o setor que deveria direcionar os rumos de atuação de toda companhia.

Para isso, os especialistas devem atuar junto com a empresa, e principalmente com a equipe de vendas, para montar as ações com projeções e metas para o futuro, além de acompanhá-las de perto para garantir que os objetivos traçados aconteçam conforme previsto ou cheguem o mais próximo possível disso.

É um feedback entre o que é apresentado ao mercado (marketing) e o que é retornado para a empresa (vendas). Juntos, podem criar insights bem interessantes e produtivos.

 

6) SE RELACIONE E FIDELIZE

Se relacione com seu público alvo e fidelize os clientes que já estão na base.

Em um momento de crise é essencial manter o bom relacionamento com aquelas pessoas que já fazem parte da base de contatos.

Investir na comunicação através de e-mail marketing e na criação de fluxos de automação pode ajudar a empresa a vender mais para os atuais clientes, gerar novas oportunidades entre os leads que já existem e diminuir o ciclo de venda.

Existe uma estratégia relativamente nova chamada Inbound Marketing. É um método que consiste em vários processos de ações baseadas na jornada de compra dos seus clientes.

Se quiser se aprofundar mais, veja esse artigo que fizemos: O que é Inbound Marketing e porque ela é tão importante para as empresas?

No Inbound Marketing, além de atrair prospects interessados em seus produtos ou serviços, você deve nutrir esses contatos enviando conteúdo interessante e relevante para eles até o momento em que estarão prontos para receber sua oferta. Isso vale também para manter os clientes fiéis.

Esse relacionamento pode ser construído através de marketing de conteúdo, que ajuda a melhorar o posicionamento da empresa na busca orgânica (resultados onde sua página aparece na busca do Google sem custo) e se tornar autoridade na sua área de atuação. Ou seja, também é válido para fortalecimento da sua marca.

É um processo cuidadoso, que envolve pessoas qualificadas, disciplina, organização e ferramentas certas. Automatizar essa etapa significa entregar leads prontos para sua equipe de vendas, pessoas certas, na hora certa, e tudo em um fluxo continuo e muito mais eficiente. Vale a pena o investimento.

Confira alguns cases bem interessante sobre empresas que investiram no Marketing Digital e use-as como inspiração: 

 

7) SEJA CRIATIVO E INOVADOR

A cautela acaba se sobrepondo à disposição de ousar. Uma pena. Embora, de fato, tragam dificuldades, épocas de crise podem representar grandes oportunidades, principalmente para os empreendedores.

Lembra que no começo do artigo citei que a crise não é para todos?

Existem no Brasil vários exemplos de empreendedores que criaram negócios, prosperaram em tempos de crise em pouquíssimo tempo e estão crescendo rapidamente, como o Uber e Airbnb.

O segredo?

Foram empresas que resolveram parar de ver a crise como um empecilho e escolheram outra alternativa: acelerar os negócios.

As dificuldades impostas pela crise podem funcionar como impulsos para a inovação. A necessidade de reduzir custos é uma grande oportunidade para aperfeiçoar métodos e criar mecanismos novos que ajudem a otimizar o trabalho.

Temos que ser criativos e assertivos e, mais do que isso, nos prepararmos para o futuro.

Vale a reflexão: Você conhece bem seu cliente? Qual problema seu serviço ou produto de fato soluciona? Você faz a diferença na vida dessas pessoas? Essas e outras perguntas você deve fazer à sua empresa para realmente se diferenciar no mercado.

Manter os investimentos em novos produtos, novas soluções, sempre de forma estratégica, é essencial para garantir o futuro da sua empresa. Frear ou retardar novos lançamentos pode fazer com que você desvie o foco do futuro que já havia planejado e isso fará com que a empresa não atinja os objetivos esperados.

Além disso, não bata na mesma tecla de seus concorrentes. Seja inovador! Faça diferente! Se você não se atentar a isso, será somente mais um na multidão. O ideal é pensar e se comunicar de forma criativa e diferente, ressaltando sempre os melhores atributos do produto e da empresa, destacando os principais diferenciais de sua marca.

O que isso nos diz?

Que é possível prosperar em momentos de dificuldades, e que este é o momento de investir em inovação.

Está pronto para trabalhar seu Marketing como Investimento?

Seguindo nossas sugestões, o trabalho do marketing da sua empresa será uma arma extremamente poderosa no planejamento estratégico do seu negócios e, ainda, terá efeito propulsor nos resultados e performance da companhia.

É tempo de levantar a cabeça, pensar positivo e focar no que interessa.

Para conquistar o sucesso, é necessário compartilhar de informações e ter uma agência parceira profissional e qualificada para ajudá-lo a entender melhor todo o funcionamento do Marketing e ter uma área comercial mais antenada.

Assim, saberá como investir em tempos de crise, sem medo de ser feliz.

Nós somos uma agência que trabalha com todos os pontos que citamos e estamos ajudando muitas empresas a darem um “up” nos seus negócios.

Que tal marcarmos uma Mentoria Online Gratuita para avaliação do seu negócio?  

Basta se inscrever no botão abaixo para que possamos esclarecer as dúvidas que você, porventura, tenha e para que o orientemos sobre a maneira mais eficaz da sua empresa investir em marketing. *Para garantir a qualidade deste serviço, os profissionais envolvidos possuem uma agenda limitada, permitindo somente 5 consultorias por mês. Por isso, caso tenha interesse na mentoria, é importante que você entre em contato o quanto antes, para garantir a disponibilidade de um dos nossos consultores.

 Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas

Quando você montou sua empresa, você achou, assim como a maioria, que bastava criar seu site para a sua empresa ganhar muitos clientes. Não é mesmo?

Porém, conseguir clientes não é assim tão simples como pensa. Primeiro é necessário conseguir tráfego, ou seja, visitantes – esse é o primeiro passo do topo do funil de vendas e marketing.

Sem tráfego = Sem negócio. Não importa qual seja seu negócio, você precisa de tráfego.

Imagine que você tem um site, e que neste site você venda algum produto ou serviço. Você precisa de 100 pessoas para fazer 1 venda, por exemplo. Então para você vender 10 produtos ou serviços por dia, serão necessárias 100 visitas por dia.

A verdade é que todos os dias milhares de empresas de diversos segmentos estão atrás de tráfego no seu site e aumento de suas vendas. Porém, a maioria não chega a ter nem 10 visitas por dia em seu site.

As empresas ofertam produtos e serviços excepcionais, mas ninguém vê. Criam sites modernos e com ótimo conteúdo, mas não gera tráfego. Você se esforça e seu site não gera resultados. Já parou para pensar nisso?

Isso acontece porque essas empresas não estão pensando em ferramentas de resultados que realmente sejam eficientes para o seu negócio. Se você pensar no seu site somente como uma plataforma para publicar seus produtos e serviços, dificilmente você conseguirá ter resultados.

Como conseguir tráfego?

– Primeiro, entenda que seu site é uma ferramenta de negócios, que deve ser integrada com uma estratégia de vendas. Esse é um pequeno ajuste que tem um impacto altamente significativo;

– “Concentre-se no usuário e tudo mais virá” (frase do Google). Como o próprio já diz, entregue ofertas irresistíveis que realmente sejam atrativas e interessantes para seu público. Levante seus pontos fortes e trabalhe eles.

– Invista em ações de marketing que atraiam o seu público e gerem relacionamentos consistentes e duradouros com sua empresa;

– Não se limite a conseguir apenas tráfego orgânico. Como a maioria das ações de marketing são de médio prazo, invista em anúncios, como o Google AdWords e Facebook Ads para alcançar clientes e potenciais e ser encontrado de forma rápida e eficiente. As pessoas estão todos os dias buscando pelo seus produtos e serviços no Google, por exemplo, basta então anunciar para ser encontrado rapidamente (você pode conferir um gráfico das buscas pelo Google Trends);

Motivos para investir em anúncios:

Muitos empresários procuram profissionais e agências qualificadas para investir em mídia paga. Com uma campanha corretamente configurada, levando em consideração todos os elementos essenciais para uma campanha de sucesso, o site começará a receber tráfego qualificado imediatamente.

A grande vantagem dessa estratégia é que você economiza tempo e acelera seus resultados.

Não está convencido? Então veja todos os benefícios:

– GERAÇÃO DE  TRÁFEGO

Todo anúncio online é clicável, e isso dá uma chance real para que você receba um potencial cliente no seu site, Assim, ele pode descobrir sua marca e comprar um dos seus produtos.

Como benefício, um maior número de visitantes também colaboram para uma boa estratégia de SEO e pode melhorar o posicionamento do seu site nos buscadores, fazendo com que ele apareça entre os primeiros colocados nos resultados de busca.

– MAIOR VISIBILIDADE

Ter um anúncio online garante que mais pessoas tenham acesso à sua marca quando estiverem fazendo uma pesquisa ou visitando algum site, e isso atrai mais atenção para a sua empresa.

– ACELERA OS RESULTADOS

Trata-se de uma estratégia que tem, geralmente, resultados no curto prazo. Você poderá observar os resultados algumas horas depois de seu anúncio ter sido publicado.

Isso é fundamental para quem tem urgência em aumentar o número de contatos e/ou vendas em um curto espaço de tempo. Existem caso de clientes que em menos de 30 dias já conseguiram ter retorno do investimento e margem de lucro significativo para sua empresa, com cerca de 200 a 300 visitas por dia.

– INVESTIMENTO FLEXÍVEL E BAIXO

Com investimentos extremamente baixos, é possível iniciar uma campanha sendo bastante flexível.

No Facebook, por exemplo, o investimento começa com 1 real. Fica muito barato anunciar assim. Isso torna a estratégia extremamente acessível às empresas que não dispõem de um grande orçamento. Nenhum veículo de mídia tradicional é capaz de trazer tanto retorno.

Porém, aconselhamos um valor médio estipulado por dia para que a campanha possa rodar sem se esgotar na metade do dia e para que tenha um resultado mensurável.

– MAXIMIZA O MARKETING

Aliar outras ações de marketing (como de conteúdo e inbound) com estratégias cuidadosamente elaboradas de links patrocinados, oferecerá ao seu público-alvo páginas de destino de alta qualidade, com conteúdo capaz de manter as pessoas navegando em seu site e realizando as conversões propostas.

Este precioso casamento entre conteúdo e a mídia paga aumentará a relevância de suas campanhas, o que fará com que o custo por clique diminua com o passar do tempo.

– O PÚBLICO É QUALIFICADO

Devido ao fato de ser possível segmentar os anúncios, o tráfego é mais qualificado e assertivo e isso facilita muito nos resultados.

Quando você anuncia em um outdoor, por exemplo, tem apenas uma vaga ideia de quem são as pessoas que vão ter acesso à publicidade, mas no universo online isso é bem diferente.

Na mídia paga, você pode segmentar pelo momento de compra: pode anunciar enquanto o consumidor está se entretendo, consumindo conteúdo e/ou na pesquisa final de compra. E também, pode segmentar o público por suas características como sexo, idade, localização, preferências, interesses e até poder aquisitivo no caso do Facebook.

Quando você tem um anúncio mais específico, tem maiores chances de gerar uma venda.

– DIFERENTES FORMATOS

Os principais formatos para mídia paga são: redes sociais (Facebook, LinkedIn e Instagram, por exemplo) e links patrocinados (como o Google Adwords).

No primeiro caso, você pode escolher a rede social que mais tenha a ver com seu público e garantir uma aproximação com ele. Se a maioria dos seus clientes está no Facebook, por que não disseminar seu conteúdo por lá e ter a oportunidade de estar sempre presente na vida deles? Existem muitos motivos para sua marca estar presente nas redes sociais e essa é uma ferramenta que você deve aproveitar.

Anunciar em buscadores, com os links patrocinados, garante que você vai atender um desejo específico de quem está buscando, aumentando as chances de conversão. Os buscadores são excelentes meios para atingir aquele consumidor que já está na fase final do processo de compra. O desejo dele já foi despertado, ele já tem as informações de que precisa e está perto de comprar. Anunciando nos buscadores, você chama a atenção do cliente quando ele está procurando a empresa ideal para fechar negócio.

– MENSURAÇÃO DOS RESULTADOS

É fácil medir quantas pessoas visualizaram o anúncio, quantas clicaram e quantas efetivamente realizaram uma conversão.

As mídias pagas oferecem relatórios bem completos, que revelam esses e outros dados importantes sobre a experiência do cliente e ajudam a melhorar seus anúncios para otimizar os resultados.

Ter os resultados na ponta do lápis é primordial para uma campanha de sucesso.

Conclusão

O resultado final é um site que tenha milhares de visitas por dia, mês ou ano.

Não deixe de distribuir seu conteúdo através de compra de mídia. E não se limite a um único canal de mídia paga. Estenda sua criatividade, desenvolva uma estratégia, divulgue, observe e mensure os resultados de quais canais funcionam melhor para você e sua audiência.

Vamos começar?

Diante das vantagens que levantamos, a Mkt Ideas, agência especializada e certificada em anúncios, irá ajudá-los a gerar um tráfego qualificado para seu site e que finalmente gere retorno para sua empresa com a correta programação e gestão de suas campanhas na mídia paga.

Ser um Google Partner atesta as habilidades e conhecimento técnicos de nossa agência em aliar o marketing de conteúdo e o inbound marketing de sua empresa. Isto significa que toda nossa equipe estará concentrada em uma única direção: atingir os melhores resultados ao anunciar seu site e seu relevante conteúdo de forma personalizada na mídia paga.

Entre em contato conosco e solicite um orçamento:

 

 Continue acompanhando nosso blogfanpage e linkedin para receber mais dicas que irão ajudar seu negócio 😉 #TakeaNote #TakeIdeas